Victor Coutinho assume presidência da EMEP e perspectiva novos desafios para a instituição

Cidade da Praia, 22 Mar (Inforpress) – O antigo bastonário da Ordem dos Engenheiros de Cabo Verde, Victor Coutinho, já assumiu a presidência do conselho de administração da Empresa de Mobilidade e Estacionamento da Praia (EMEP), apontando novos desafios para a instituição.

Em entrevista à Inforpress, Victor Coutinho disse que a EMEP foi criada com um pressuposto “muito claro”, que é pensar a mobilidade na Cidade da Praia, por isso há um conjunto de iniciativas que vão ser implementadas, para que a empresa possa ser um instrumento ao serviço dos munícipes.

“A EMEP surgiu com objectivo de pensar a mobilidade na capital, para antecipar e antever um conjunto de fenómenos, pois se nós não regularmos o tráfico, podemos chegar ao ponto de não retorno e um caos total a nível de trânsito”, explicou.

Conforme disse, para além da mobilidade, a empresa tem o capítulo estacionamento, que tem sido a parte mais visível “e que infelizmente” transformou-se, desde início, como uma “arma de arremesso político de grande alcance”.

“Descaracterizou-se completamente todo um sector disciplinar”, referiu, sublinhando que o próprio Código de Estrada prevê a existência de estacionamentos limitados, como forma de regulação.

Se compararmos a situação antes da entrada da EMEP, podemos constatar que anteriormente havia “um caos na cidade”.

É nesta linha que defende um conjunto intervenções para a Cidade da Praia, principalmente a zona de Platô, que passam pela requalificação dos passeios, intervenções na sinalização e ter uma “cidade também inclusiva”, que “pensa na acessibilidade”.

“O Platô tem por volta de mil estacionamentos, mas a sua procura é de longe superior à oferta, tendo na sua natureza serviços instalados, vários comércios e uma demanda também enquanto centro histórico para visitas e passeios”, declarou Victor Coutinho.

Para o responsável há um conjunto de actuações necessárias, para dar resposta “à verdadeira missão da EMEP”, sobretudo “na forma como lida com os utentes”.

Victor Coutinho substitui Mário Fernandes à frente da EMEP, deixando ainda de exercer o cargo de bastonário da Ordem dos Engenheiros de Cabo Verde, função que vinha desempenhando desde 2014.

HR/AA

Inforpress/Fim

 

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos