“Ter boas políticas públicas para o sector da juventude é trabalhar para um futuro mais promissor” – governante português

Mindelo, 04 Set (Inforpress) – O secretário de Estado da Juventude e Desporto de Portugal, João Paulo Rebelo, defendeu hoje, no Mindelo, que ter “boas políticas públicas” para o sector da juventude é trabalhar para um “futuro mais promissor”.

O governante português, que está de visita a Cabo Verde por dois dias, iniciada hoje em São Vicente e depois, quinta-feira, na Cidade da Praia, disse ser objectivo desta deslocação estreitar mais a cooperação entre os dois países e ainda estabelecer as pontes para estes sectores, que considera “fundamental”, tanto em Cabo Verde, como em Portugal.

“Ter boas políticas públicas para o sector da juventude é trabalhar para um futuro mais promissor e, portanto, para um desenvolvimento mais sustentável num curto, médio prazo”, assegurou João Paulo Rebelo, frisando ainda o contributo que também o desporto pode dar como “instrumento único” para o bem-estar físico, mas também de aproximação de povos.

“Tudo que seja investimento nas áreas de juventude e desporto, é verdadeiramente investimento em algo que vai trazer um retorno para o futuro, para o cidadão no sentido particular, como para a sociedade no seu colectivo”, afiançou.

Daí, é, considerou, “um gosto” fazer esta visita, que vai permitir não só conhecer mais a realidade desportiva do país, como continuar a trabalhar num quadro de cooperação no âmbito da Comunidades dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) e de uma parceria de “longa data” com Cabo Verde.

Sendo assim, ajuntou, Portugal traz uma “experiência de anos e anos” do Instituto do Desporto, fundado há mais de 30 anos, e que fundiu-se há pouco tempo com o da juventude para ajudar na efectivação do Instituto do Desporto e da Juventude em Cabo Verde, aprovado recentemente pelo Conselho de Ministros.

Do programa consta a assinatura, nesta quinta-feira, na Cidade da Praia, de um plano de acção para 2019, que vai permitir, segundo a mesma fonte avançou hoje à imprensa, no Mindelo, ao instituto português colaborar com as entidades cabo-verdianas e com a secretaria do desporto e da juventude”.

Já da parte cabo-verdiana, o secretário de Estado Adjunto do Desporto, Carlos Monteiro, considerou que esta visita tem com foco “muito específico” para a assinatura do memorando de entendimento, para a criação do Instituto em Cabo Verde e ainda ajudar a fomentar o associativismo juvenil.

“E é nisto que queremos beber, desta experiência de longa data do instituto português, que tem uma linha de sucesso percorrida ao logo destes anos e a assistência técnica que nos vão prestar vai ser muito útil neste início de vida do instituto cabo-verdiano”, lançou.

Este mesmo instituto que, conforme a mesma fonte, vai ter uma “novidade”, com a conta satélite, que permitirá saber o “real contributo” do desporto para a economia e para o Produto Interno Bruto (PIB) nacional.

Durante o dia de hoje, João Paulo Rebelo fez uma visita de cortesia ao presidente da Câmara Municipal de São Vicente, ao Centro de Estágio e ainda procedeu à entrega de um praticável à Associação de Ginástica de São Vicente.

Uma entrega feita esta tarde, no Pavilhão Desportivo Oeiras, à presidente da instituição, Maria Eduarda Vasconcelos, para quem o equipamento é uma “lufada de ar fresco”, uma vez que, “se pode ter ginastas e empenho, mas se não tiver um piso apropriado, a prática não será tão boa e multiplicativa”.

Maria Eduarda Vasconcelos disse, por isso, estar “muito contente” e pede que se faça “bom proveito” do tapete para que São Vicente continue a dar o seu contributo de “muita ousadia e tenacidade” à ginástica rítmica de Cabo Verde.

LN/CP

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos