Startup Weekend: Edição deste ano terá como foco o empreendedorismo sustentável -director

Cidade da Praia, 22 Ago (Inforpress) – A edição deste ano do Startup Weekend terá como foco o empreendedorismo sustentável, permitindo assim aos empreendedores lançarem as suas iniciativas e darem o seu contributo para alcançar os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável, revelou, hoje, Samir Pereira.

Durante uma conferência de imprensa realizada hoje, na Praia, para a apresentação do programa Startup Weekend, que é o maior evento de empreendedorismo a nível mundial, o director executivo da Cheetah Start, Samir Pereira, explicou que a edição deste ano irá destacar as mudanças ambientais por ser um dos desafios actuais.

Segundo avançou, os candidatos terão de se inspirar neste tema, lançarem as suas iniciativas empreendedoras, que lhes permita darem os seus contributos para alcançar os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Afirmou que a edição deste ano terá como tema “Sustainable Revolution”, com foco no empreendedorismo sustentável e irá acontecer nos municípios de Santa Cruz e Praia (Santiago), Paul (Santo Antão), Sal Rei (Boa Vista) e Mindelo (São Vicente), tendo realçado que o objectivo é estimular para a criação de novos empreendimentos, negócios sobretudo ideias inovadoras que possam contribuir para um mundo mais sustentável.

Avançou que em cada uma das edições, serão seleccionados três vencedores que terão a oportunidade de apresentarem os seus projectos que posteriormente serão publicados online para votação pública, de onde sairão cinco finalistas que serão avaliados por um júri nacional.

“Esperamos que apareçam iniciativas inovadoras que possam gerar não só empregos, mas também soluções inovadoras para os desafios actuais a nível das mudanças ambientais”, precisou frisando que para este ano pretendem ter mais de 250 participantes e mais de 50 projectos.

Segundo disse, ao longo das últimas edições, o Startup Weekend contou com a participação de mais de 1000 participantes, 200 projectos e cerca de 300 mentores que têm contribuído para apoiar as iniciativas, tendo sublinhado que grande parte das iniciativas tem por base a tecnologia.

Entretanto lembrou que o projecto de “plataforma de venda de bilhetes de barco online”, “plataforma de táxi”, “plataforma de turismo com informações de hotéis” são os três grandes projectos que foram desenvolvidos e tiveram as suas raízes no Startup Weekend.

Para este consultor, este programa internacional que acontece em mais de 150 países, tem tido um impacto “muito importante” em Cabo Verde e está a contribuir para o desenvolvimento de iniciativas inovadoras.

No seu entender, hoje em dia os jovens cabo-verdianos estão cada vez mais empreendedores e têm tido iniciativas “muito interessante”, mas sublinhou que é necessário criar condições para que possam desenvolver num ritmo mais acelerado.

Essas condições, segundo Samir Pereira, têm a ver com o acesso a outros mercados e a determinadas ferramentas que têm como foco as áreas de habilidades do futuro.

“Estão a criar vários programas, mas é claro que ainda não chegamos ao ponto ideal, apesar de existir financiamento para pequenas e médias empresas, mas não existe para startups, há que desenvolver novos produtos e soluções financeiras para esse tipo de público”, defendeu.

A edição deste ano, arranca, esta sexta-feira, 23, em Santa Cruz.

O Startup Weekend é um evento internacional que se realiza em mais de 150 países e conta com o apoio da Google, Pró empresa, CV Móvel e outros parceiros.

AV/ZS

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos