Sri Lanka/Ataques: Explosões e tiroteio no decurso de operação das forças de segurança

Colombo, 26 Abr (Inforpress) – Uma série de explosões e troca de tiros entre forças de segurança e um grupo armado desconhecido ocorreu hoje na cidade de Sammanthurai, leste do Sri Lanka, no decurso de uma operação policial após os múltiplos atentados de domingo.

“Os militares ainda estão envolvidos, mas não podemos fornecer mais detalhes. Houve três explosões, mas não estamos seguros se foi por causa de suicidas ou por outras razões”, disse à agência noticiosa Efe uma fonte militar.

Segundo a mesma fonte, a operação foi desencadeada após terem recebido um aviso sobre a existência de uma casa de apoio para pessoas ligadas aos atentados suicidas a três igrejas e três hotéis de luxo no Sri Lanka no Domingo de Páscoa, que provocaram pelo menos 253 mortos e mais de 500 feridos, posteriormente reivindicados pelo grupo ‘jihadista’ Estado Islâmico (EI).

O incidente ocorreu no mesmo dia em que o Presidente do Sri Lanka, Maithripala Sirisena, afirmou que foram detetadas na ilha pelo menos 130 pessoas suspeitas de vínculos com o EI.

Na conferência de imprensa desta manhã, Sirisena afirmou que as autoridades já prenderam 70 alegados membros ou simpatizantes do grupo.

A série de ataques ocorridos no domingo e quase em simultâneo foram cometidos por pelo menos nove suicidas que transportavam explosivos muito potentes.

Horas depois, ocorreu uma sétima detonação num pequeno hotel situado cerca de dez quilómetros a sul da capital, e a última num complexo residencial, também em Colombo.

O Sri Lanka não registava atentados desta dimensão desde a guerra civil entre a guerrilha tâmil e o governo, um conflito que se prolongou por 26 anos e terminou em 2009.

De acordo com a ONU, mais de 40.000 civis foram mortos nesse período.

Inforpress/Lusa/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos