SISCAP e STIF suspensos da UNTC-CS por falta de pagamento de quotas – Secretária-geral

Cidade da Praia, 22 Ago (Inforpress) – O Sindicato da Indústria, Silvicultura, Agricultura e Pescas (SISCAP) e o Sindicato dos Trabalhadores das Instituições Financeiras, afilhados da União Nacional dos Trabalhadores Cabo-verdianos – Central Sindical (UNTC-CS) estão suspensos da central por falta de pagamento de quotas.

Esta informação foi avançada pela secretária-geral da UNTC-CS, Joaquina Almeida, na conferência de imprensa que deu a conhecer a sentença do tribunal sobre o pedido de impugnação da sua eleição em 2016, e durante a qual foi questionada sobre as relações existentes, neste momento, entre a central os sindicatos liderados pelos seus opositores na altura, nomeadamente o SINDEP, o SISCAP e o STIF.

“As relações com o SINDEP não temos porque desfiliou-se e agora é um sindicato independente, mas nós gostaríamos que o SINDEP reconsiderasse e voltasse à mãe que foi a UNTC-CS. Em relação ao STIF e ao SISCAP foram suspensos pelo não pagamento de quotas”, disse.

“O pagamento das quotas é um aspecto fundamental para que um sindicato esteja em conformidade com a sua central sindical”, acrescentou.

Contactado pela Inforpress, os reesposáveis do STIF e do SISCAP prometeram reagir em outros momentos.

Entretanto, na conversa admitiram que por algum momento suspenderam o pagamento das quotas por motivos que não avançaram, mas que tal pagamento já foi retomado.

Por outro lado, afirmaram que nem a secretária-geral e nem e comissão permanente da UNTC-CS têm competências para suspender ou admitir qualquer sindicado.

“Existe o órgão próprio para o efeito que é o Conselho Nacional”, explicou um dos responsáveis, reafirmando que tanto o SISCAP como o STIF continuam a ser membros efectivos da UNTC-CS.

Já o SINDEP anunciou a sua desvinculação da UNTC-CS em 2017.

MJB/ZS

Inforpress/fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos