Secretário Estado anuncia para próximos tempos diplomacia política e parlamentar com vista ao ‘empoderamento’ da comunicação social

Cidade da Praia, 25 Out (Inforpress) – O secretário de Estado para a comunicação social anunciou hoje que o Governo estará a desenvolver, nos próximos tempos, uma diplomacia política e parlamentar, para que todos os sujeitos políticos consigam dar contributos para o empoderamento da comunicação social.

A informação foi dada à imprensa, no âmbito da visita que efectuou à Alfa Comunicações, dando continuidade às visitas iniciadas em Setembro, aos órgãos de comunicação social privados, visando o reforço do diálogo com os representantes do sector.

Na ocasião, Lourenço Lopes disse entender ser importante criar um bom ambiente em que laboram os órgãos privados de comunicação social, tendo lembrado que está em curso um “ambicioso” programa de acção para o sector, com forte incidência nos órgãos privados.

“Estaremos a desenvolver nos próximos tempos a diplomacia política e parlamentar necessária para que todos os sujeitos políticos consigam também dar o seu contributo para o ‘empoderamento’ da comunicação social”, assegurou.

Com isto, explicou, espera-se que o sector se afirme cada vez mais como um sector “nevrálgico” do sistema democrático e do conhecimento.

“Deste debate estou convencido de que surgirão boas soluções que contribuirão, seguramente, para o reforço da sustentabilidade dos órgãos privados, porque o nosso objectivo é chegar o momento em Cabo Verde em que os órgãos privados precisem cada vez menos do apoio do Estado”, perspectivou.

Isto porque, sustentou Lourenço Lopes, é importante que os órgãos privados, por uma questão de liberdade de imprensa, tenham autonomia, sustentabilidade e poderem exercer as suas funções no quadro do sistema democrático cabo-verdiano.

Ainda o secretário de Estado afiançou que até ao final do ano o Governo estará a concretizar todos os compromissos com a Agência Cabo-verdiana de Notícias (Inforpress), e o essencial dos compromissos também com a Rádio e Televisão de Cabo Verde (RTC).

O que significa, segundo Lourenço Lopes, que em 2024 vai ser possível cumprir os compromissos como os órgãos privados de comunicação social, praticamente dois anos antes do final do mandato.

Quanto ao Orçamento do Estado 2024 para o sector afirmou que terá a oportunidade de falar em sede da comissão parlamentar, em Novembro, por altura do debate sobre o orçamento.

ET/CP

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos