São Vicente: Polícia Municipal a caminho – aberto concurso para formação e ingresso de dez agentes

Mindelo, 10 Jun (Inforpress) – A Câmara Municipal de São Vicente abriu concurso para a formação e ingresso de dez agentes para o corpo da Polícia Municipal, cujo regulamento foi aprovado em sessão da Assembleia Municipal, em Maio do ano passado.

O concurso público para as dez vagas, cujo edital encontra-se publicado nas redes sociais da autarquia (facebook e sítio web), decorre até o dia 04 de Julho e os seleccionados para agentes de 2ª classe não deverão ter menos de 21 anos e nem ter completado 28 anos de idade à data de encerramento do prazo de candidatura.

Os candidatos serão submetidos a métodos de selecção como prova escrita, prova física, exame psicológico, inspecção médica e entrevista profissional, seguindo-se, para os admitidos, a formação no Centro de Formação Profissional da Câmara Municipal, no Madeiralzinho.

O júri do concurso é presidido pelo vereador José Carlos da Luz, e integra ainda, como vogais efectivos, o intendente Manuel de Jesus Monteiro, indicado pela Escola da Polícia Nacional, e a directora dos Serviços de Recursos Humanos da Câmara Municipal de São Vicente, Jacqueline Wahnon Ferreira, e mais dois vogais suplentes, ambos quadros da autarquia.

Aquando da discussão do diploma na 6ª sessão ordinária do VII mandato da Assembleia Municipal, a entidade em fase de instalação mereceu o apoio das três bancadas nela representadas -MpD, UCID e PAICV.

A competência territorial da Polícia Municipal coincide com a área do município e os seus efectivos, numa primeira fase em número não inferior a dez, “apenas devem actuar dentro do território do município”, excepto em situações de crime em flagrante delito ou de emergência e socorro, por solicitação do órgão da polícia criminal ou da autoridade municipal competente.

Assim, a Polícia Municipal de São Vicente é um serviço municipal especialmente vocacionado para o exercício de funções de polícia administrativa, com as competências, poderes de autoridade e inserção hierárquica definidos na lei.

Tem, entre muitas outras, funções de fiscalização do cumprimento das normas regulamentares municipais, fiscalização do cumprimento das normas de âmbito nacional e regional, cuja competência de aplicação ou de fiscalização caiba ao município, e aplicação efectiva das decisões das autoridades municipais.

AA/ZS

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos