São Vicente/Encalhe de dois barcos: Autoridades resgatam um dos navios encalhados

Mindelo, 24 Jul (Inforpress) – As autoridades marítimas em São Vicente resgataram no início desta tarde um dos barcos de pesca, que encalharam na Praia do Lazareto e que ostentam bandeira da Guiné Conacri, mas tripulação de nacionalidade chinesa.

Trata-se da embarcação Rui Aiteng 903 e foi resgatado por volta das 13:00, quando a maré cheia encontrava-se no auge, numa operação que contou com ajuda do rebocador Iron Bull, com 2.700 cavalos de potência, quatro vezes mais que o rebocador Cabo Verde, que tentava o resgata no terça-feira.

Depois de cerca de uma hora de manobra o navio de pesca foi salvo e rebocado para o cais do Porto Grande, com os 11 tripulantes a bordo.

Algo que fez com que, segundo dizia à imprensa nesta altura o vogal executivo do Instituto Marítimo Portuário, o comandante Manuel Vicente, as autoridades respirarem de “alívio”.

Neste momento se trabalha no resgate da segunda, que está com oito tripulantes a bordo e que com as ondulações do início da tarde se achegou aos rochedos, mesmo assim, conforme a mesma fonte, se espera ter “sucesso” com mais este resgate que deverá ser realizado ainda durante o dia de hoje.

As duas embarcações se encontravam ancoradas de “braços dados” nas proximidades dos estaleiros da Cabnave, sendo com uma destas já havia terminado a reparação neste estaleiro e a outra aguardava para subir.

Os cabos de uma das embarcações, di-lo Manuel Vicente, arrebentaram-se e foi a deriva até a praia do Lazareto, a segunda ao tentar prestar auxílio foi também arrastada para o mesmo local, devido ao forte vento que se fazia sentir na terça-feira em São Vicente.

Um incidente que aconteceu por volta das 13:00 e o Instituto Marítimo e Portuário, através do Capitão do Portos, deslocou-se logo ao local para tomar as medidas para desencalhar os navios que ainda flutuavam, algo que não foi possível devido ao estado do tempo.

Passado esta fase de operações no terreno vão ser montados, assegurou Manuel Vicente, os inquéritos de averiguações para “apurar os factos e adoptar medidas, que possam ser eficazes na prevenção destas situações”.

LN/CP

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos