São Vicente: Associação dos Amigos da Natureza inicia segunda fase da produção de morangos hidropónicos

Mindelo, 24 Dez (Inforpress) – O presidente da Associação dos Amigos da Natureza afirmou hoje, em entrevista à Inforpress, que a associação iniciou a segunda fase da produção hidropónica de morangos e que as mudas já se encontram no processo de floração.

Segundo Aguinaldo David, depois de iniciar uma primeira fase com a plantação de mais de 100 mudas, que teve uma produção “razoável”, o projecto entrou na segunda etapa com floração das planas e colheita de novas porções.

“Na primeira etapa houve uma produção razoável e depois, porque o morango é uma planta sazonal, entrou numa fase de não produção. Neste momento, começou novamente o processo de floração e há dias tivemos uma pequena produção de 300 a 500 gramas que é o sinal da retoma,” adiantou o engenheiro.

Conforme a mesma fonte tem havido uma produção tradicional de morangos, mas a associação está desenvolver um projecto experimental de produção hidropónica dessa fruta, com o objectivo de repassar a técnica posteriormente à comunidade e aos produtores.

Isto porque, revelou, as pessoas ainda têm tido dificuldades em termos “conhecimentos” para implementar a cultura hidropónica, que exige alguma “noção técnica” e “financiamento.”

Mas, apesar das dificuldades,  segundo Aguinaldo David, para além de morangos a associação tem feito produção hidropónica de tomate, pepino e alface.

Prova disso, explicou, é que em 2011 os ‘Amigos da Natureza’ trouxeram a Cabo Verde um cabo-verdiano que vive e trabalha em Santarém, Portugal, que é proprietário de um “grande viveiro” semi-hidropónico, que produz 44 milhões de plantas por ano para partilhar a sua experiência nessa área.

“A ideia era despertar a curiosidade dos nossos produtores e agricultores que é uma agricultura mais profissionalizada e que temos que fazer o nosso percurso até chegar aí,” precisou Aguinaldo David, para quem neste tipo de agricultura “há compromissos básicos” e tem que haver “mecanismos para cobrir tudo isso, através de contratualização.”

CD/AA

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos