São Salvador do Mundo: Autarquia entrega habitação social, casas de banho e cisternas a famílias carenciadas

Achada Igreja, 27 Mar (Inforpress) – A Câmara Municipal de São Salvador do Mundo entregou hoje uma habitação social construída de raiz, cinco casas de banho e nove cisternas a famílias carenciadas deste município do interior de Santiago.

A entrega dessas infra-estruturas, que beneficiaram, sobretudo famílias vulneráveis chefiadas por mulheres, enquadra-se nas comemorações do Dia da Mulher Cabo-verdiana e na política da promoção social da câmara, na vertente da habitação.

A moradia construída de raiz que beneficiou uma jovem de 36 anos, mãe de três filhos da localidade de Leitão Grande, está orçada em 1200 contos, as nove cisternas em 1500 contos e as cinco casas de banhos em 1200 contos, foram todas construídas com recursos da autarquia.

Na ocasião, o presidente da Câmara Municipal, Ângelo Vaz, disse que para além de outras carências existentes no município, a habitação social é uma “questão premente”, por isso, lembrou que a edilidade tem levado a cabo um “trabalho criterioso” para melhorar condições de vida de famílias, sobretudo as mais carenciadas com crianças.

No seu entender, as cisternas e casas de banho, ora entregues, vão, igualmente, conferir as famílias “mais dignidade”.

Tendo em conta que o município, tem problemas de acesso à água e de saneamento, mormente no que tange à casa de banho, Ângelo Vaz disse acreditar este “esforço tremendo” que a edilidade tem feito vai melhorar estes índices.

Na ocasião, o edil salvadorenho lembrou que esta é terceira casa construída de raiz com “parcos recursos” da autarquia, que também ajudou centenas de famílias na conclusão das suas moradias com materiais de construção.

Informou ainda que no âmbito do Programa de Reabilitação, Requalificação e Acessibilidades (PRRA) encontra-se em fase de conclusão reabilitação de 30 casas e mais 66 no ainda no decurso deste ano, tendo informado que famílias já estão todas identificadas.

Relativamente à cisterna, o executivo camarário aproveitou para apelar os salvadorenhos a retomarem o costume de construção deste reservatório subterrâneo de água potável que no seu entender vai amenizar o problema de água que tem afectado aquele município do interior de Santiago.

“Estamos satisfeitos, porque estamos a ver que tanto do poder central e a nível da gestão câmara municipal estamos num bom caminho, tendo em conta que a questão da habitação é fundamental num município como São Salvador do Mundo a par do desencravamento das localidades”, enfatizou.

As beneficiárias agradeceram a equipa camarária pela prenda no Dia da Mulher Cabo-Verdiana, isto porque, segundo dizem se fosse com recursos próprios não conseguiriam ter tais obras, quer casa de banho, cisterna e habitação social.

O Dia da Mulher Cabo-verdiana foi assinalado em todos os seis municípios da região Santiago Norte, com várias actividades, desde marchas, espectáculos, gala, palestras, distribuição de flores e missa.

Entretanto, a marcha das mulheres polícias do Comando Regional da Polícia Nacional de Santiago Norte, inicialmente prevista para a parte de manhã não se realizou.

FM/CP

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos