São Filipe: Sistema de sinalização turística concluído na primeira quinzena de Fevereiro – vereadora da Cultura

São Filipe, 31 Jan (Inforpress) – O sistema de sinalização turística denominado de “Smart Tour São Filipe” encontra-se na sua fase final e é lançado na primeira quinzena de Fevereiro, disse à Inforpress a vereadora da Cultura da câmara de São Filipe, Lia Barbosa.

A sinalização turística enquanto componente da interpretação do património tem como finalidade viabilizar e direcionar o fluxo turístico a partir de um “bom sistema” de sinalização e informação sobre os atractivos turísticos, de modo a tornar-se num meio fundamental para dinamizar o turismo, promover o destino através da informação dos principais pontos históricos e facilitar a mobilidade dos turistas.

O “Smart Tour São Filipe”, um projecto da Câmara Municipal de São Filipe, tem por objectivo estabelecer uma leitura patrimonial e turística através de meios de interpretação e placas sinaléticas dos principais pontos e monumentos históricos da cidade.

Inicialmente, para a primeira fase, a câmara estabeleceu a colocação de 20 sinaléticas turísticas de sítios e monumentos históricos, incluindo sobrados.

Contudo, no decorrer da implementação do projecto decidiu aumentar para 22 com inclusão dos projectos da Ilha do Fogo Reserva da Biosfera, nomeadamente o monumento de tartaruga, localizado na rotunda de Xaguate, no acesso ao porto, e o letreiro “Fogo Reserva da Biosfera”, no parque de Santa Luzia, nas proximidades do aeródromo de São Filipe.

As placas sinaléticas contém conteúdos de texto e multimédia que levam o turismo para uma plataforma digital para leitura da informação turística, sendo que cada ponto turístico dispõe de um QR Code que permite o acesso a informação desse ponto de interesse, em texto e áudio em três línguas, nomeadamente portuguesa, inglesa e francesa.

O “Smart Tour São Filipe” visa identificar os diferentes atractivos turísticos da cidade, contribuir para a construção de um sistema de sinalização turística para apoio e mobilidade dos turistas e visitantes e traçar uma proposta de mapeamento da cidade.

Uma forma de facilitar a identificação e interpretação dos atractivos turísticos existentes e respeitar a legislação rodoviária e turística, a visibilidade, legibilidade e segurança, assegurar a continuidade das mensagens até atingir o destino pretendido mantendo a coerência nas informações.

O “Smart Tour São Filipe” disporá de um sítio na Internet que poderá ser acessado através da página da câmara de São Filipe, assim que for ativado no momento do seu lançamento.

A implementação do projecto visa transformar a comunidade de Luzia Nunes, cerca de dez quilómetros a sul da cidade, numa aldeia turística na vertente religiosa e de peregrinação ao santuário de Nossa Senhora do Socorro.

Neste quadro, a vereadora da Cultura avançou que a câmara de São Filipe está a ultimar os concursos para construção da praça e do caminho de peregrinação, sublinhando que na próxima semana o projecto será apresentado à comunidade de Luzia Nunes.

JR/AA

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos