Santo Antão terá centro agro-industrial para transformação, certificação e exportação de produtos

Porto Novo, 13 Abr (Inforpress) – Os produtos agrícolas de Santo Antão vão passar a ser transformados, certificados e exportados para os mercados turísticos nacionais, através de um centro agro-industrial, que vai ser instalado no município do Porto Novo.

A instalação do centro agro-industrial, que pode acontecer já este ano/princípios de 2021, faz parte de um pacote de projectos anunciados pela Brine Engineering Solution, uma empresa britânica especializada na criação de modelos de investimentos em energia renovável, água e agro-indústrias.

Este projecto surge numa altura em que o Governo tem estado a incentivar os produtores agrícolas de Santo Antão para a necessidade de apostarem na transformação, como forma de contornar o problema do embargo, decretado em 1984, para impedir o alastramento da praga dos mil-pés (illacme plenipes) em Cabo Verde.

Entretanto, o Governo pretende investir, ainda este ano, cerca de 60 mil contos na dinamização do centro pós-colheita de Santo Antão.

Este centro de expurgo, com capacidade para processar quase quatro mil toneladas de produtos por ano, tem sido sub-aproveitado devido, sobretudo, à sua “má localização”, conforme reconhece o próprio Ministério da Agricultura e Ambiente.

Os produtores agrícolas em Santo Antão têm estado, nos últimos anos, a pedir a deslocalização do centro pós-colheita, que fica nos arredores da cidade do Porto Novo, para as instalações do cais (porto), como forma de servir melhor a classe.

JM/ZS

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos