Santo Antão: Situação de muitas famílias “é dramática” e Governo “deve actuar em tempo” – Janira Hopffer Almada

Porto Novo, 16 Abr (Inforpress) – A presidente do PAICV ( oposição), Janira Hopffer Almada, disse hoje, no Porto Novo, que “muitas famílias” em Santo Antão passam, nesta altura, por “uma situação dramática” que exige a intervenção “em tempo” do Governo.

De visita ao Planalto Norte, no término de uma visita de quatro dias a Santo Antão, Janira Hopffer Almada pediu ao Governo que venha “ao terreno para ouvir as pessoas, sentir as suas angustias e actuar”, dada a “situação preocupante e dramática” por que passa esta ilha, na decorrência de dois anos de seca consecutivos.

“É preciso que o Governo venha ao terreno ouvir as pessoas e actuar em tempo”, sublinhou a líder da oposição, que voltou a considerar “insuficientes” as verbas disponibilizadas pelo Governo, à volta dos 550 mil contos, para atenuação dos efeitos de mais um ano de seca, no país.

Esse montante é insuficiente “porque as famílias no campo não estão a sentir o impacto das acções na melhoria das suas vidas”, avisou a presidente do PAICV, para quem “grande parte” da população cabo-verdiana vive no campo e em situação de vulnerabilidade, o que exige a actuação do Executivo, alertou.

“Não é concebível que, no segundo ano de seca, o Governo entenda destinar, aproximadamente, 500 mil contos para face ao mau ano agrícola e gastar 600 mil contos só em deslocações e estadia”, avançou Janira Hopffer Almada, considerando que “a prioridade deveria estar no campo, onde há famílias que não conseguem fazer três refeições por dia”.

Santo Antão, segundo a líder do PAICV, enfrenta, nesta altura “um grande problema” que se prende com o desemprego, fenómeno que tem estado a aumentar em todos os concelhos desta ilha.

Em consequência, a ilha tem estado a perder a sua população, uma situação “evidente” que deve merecer a atenção dos municípios e do Governo, no sentido de “estancar a perda da população”, que passa, a seu ver, pela “criação de condições para que as pessoas fiquem na sua ilha”.

Durante a visita, Janira Hopffer Almada visitou os três concelhos de Santo Antão, incidindo sobretudo nas zonas mais afectadas pela seca, como são os casos dos planaltos Norte e Leste da ilha.

JM/CP

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos