Santo Antão: Rede Raízes entre projectos financiados pela União Europeia nos últimos cinco anos em Cabo Verde

Porto Novo, 28 Set (Inforpress) – O projecto sobre Rede para o Turismo Sustentável e Inclusivo de Santo Antão (Raízes) faz parte de um pacote de 12 projectos turísticos financiados pela União Europeia, nos últimos cinco anos, em Cabo Verde.  

“Nos últimos anos, a União Europeia apoiou mais de dez projectos sobre o turismo sustentável em Cabo Verde. Foram iniciativas com impacto na melhoria de vida de muitas pessoas em todas as ilhas, contribuindo ainda para a valorização da cultura, da história, do património e do ambiente”, informou a União Europeia, através da sua página na rede social Facebook.

São perto de cinco milhões de euros investidos na promoção do turismo sustentável em quase todas as ilhas do arquipélago, conforme a mesma fonte.   

Além do projecto Raízes, a União Europeia destaca ainda os projectos sobre a dinamização e requalificação turística da ilha do Maio e a  Rede de Turismo Solidário e Sustentável de São Vicente

Em relação ao projecto Raízes, que custou 660 mil euros, a União Europeia faz “uma avaliação extremamente positiva” dos resultados conseguidos, considerando que este projecto, implementado pela Associação para a Defesa do Património de Mértola (Portugal), contribuiu para divulgar a ilha de Santo Antão.  

O impacto do projecto Raízes  é reconhecido a nível local, nacional e internacional, e está já a ser replicado na ilha Brava, segundo a Associação para a Defesa do Património de Mértola.

JM/AA

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos