Santo Antão: Grupo de veterinários holandeses na ilha para apoiar projecto “Um cão, um amigo”

Porto Novo, 29 Mar (Inforpress) – Uma equipa de veterinários holandeses é esperada, hoje, em Santo Antão para apoiar a Fundação dos Amigos do Paul na Holanda e Rede de Voluntariado Maria Teresa Segredo na implementação do projecto “Um cão, um amigo”.

O projecto, que será lançado a 05 de Abril, em Ponta do Sol, consiste na criação de um canil em Santo Antão, que será “uma espécie de um lar” para os cães abandonados nesta ilha, segundo Maria Teresa Segredo, acreditando que esta ilha já necessitava deste projecto.

Explicou ainda que o projecto surgiu da iniciativa de um grupo de cidadãos holandeses que, numa recente visita a Santo Antão, constataram a “situação de abandono” em que vivem muitos cães nesta ilha.

“Sensibilizados com essa causa, resolveram então que, juntos, iremos procurar forma de ajudar esses cães, tratando-os e até lhes oferecer um lar, diminuindo assim a quantidade de cães vadios nos diferentes municípios da ilha”, avançou a responsável.

A problemática dos cães vadios em Santo Antão tem sido uma preocupação das câmaras municipais, mas, sobretudo, dos criadores de gado, que têm estado a alertar para o facto de esses animais abandonados estarem a dizimar o gado caprino, nesta ilha.

A edilidade portonovense diz ter na forja a criação de um canil neste concelho.

Além da criação do canil, a Fundação dos Amigos do Paul na Holanda e a Rede de Voluntariado Maria Teresa Segredo têm em carteira outros projectos para Santo Antão em 2019, destacando-se o equipamento de várias escolas em Cabo Verde e o aproveitamento de “milhares de toneladas de água” que se perdem nas ribeiras desta ilha, para agricultura.

Essa fundação tem estado a realizar, ao longo desses anos, vários projectos em Santo Antão, sobretudo no Paul, nos domínios social, formação profissional e do ambiente.

A abertura de um centro de idoso na cidade das Pombas e de um centro de emergência infantil em Janela, a instalação, também em Janela, de uma unidade de produção de azulejos, com base em reciclagem de plásticos, são alguns dos projectos já materializados por essa fundação, com 16 anos de existência.

JM/ZS

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos