Santo Antão: Cooperação espanhola “satisfeita” com forma como fundos disponibilizados pela Espanha estão a ser aplicados

Porto Novo, 15 Set (Inforpress) – A forma como os fundos disponibilizados pelo Governo de Espanha estão a ser aplicados na ilha de Santo Antão, sobretudo, no quadro do programa de promoção das actividades socio-económicas rurais (Poser), deixa satisfeita a cooperação espanhola.

Quem o diz é o coordenador da cooperação espanhola em Cabo Verde, Jaime Puyol, que, durante a sua estada no município do Porto Novo, nos últimos dias, pôde inteirar-se da forma com os financiamentos disponibilizados no quadro dessa cooperação tem sido aproveitados nesta ilha.

A cooperação espanhola contribui no processo de desenvolvimento de Santo Antão, sobretudo, através do Poser, programa que co-financia em quase 50 por cento e que tem permitido realizar inúmeros projectos geradores de rendimentos, nas diversas áreas, a favor das famílias desfavorecidas.

Durante a visita a Porto Novo, a convite da direcção nacional do Poser, Jaime Puyol, assistiu à entrega de uma embarcação de pesca à comunidade de Monte Trigo, à inauguração de um projecto hidro-agrícola em Lajedinho e ao lançamento do projecto de abastecimento de água ao Planalto Norte, todos com co-financiamento da cooperação espanhola, através do Poser.

“Estamos satisfeitos, porque os fundos da Espanha estão bem aplicados a favor das comunidades”, sublinhou o coordenador da cooperação espanhola, que esteve de visita a Porto Novo, esta semana, na companhia do ministro da Agricultura e Ambiente, Gilberto Silva, e do coordenador nacional do Poser, João Fonseca.

O Poser, que tem sido implementado em Santo Antão, desde 2014, tem ainda o co-financiamento do Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola (FIDA).

Graças ao programa, “milhares” de famílias em toda a ilha de Santo Antão têm beneficiado de projectos produtivos, designadamente, nas áreas de agricultura, pecuária e pesca.

JM/JMV

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos