Santo Antão: Associação Luz Verde aposta na valorização do parque natural de Tope de Coroa

Porto Novo, 13 Nov (Inforpress) – A associação Luz Viva, do Planalto Norte, Porto Novo, através de financiamentos assegurados pelo Fundo do Ambiente, aposta na valorização do parque de Tope de Coroa, tendo realizado, nos últimos dois anos, investimentos de 1.500 contos, nessa zona protegida.

As intervenções feitas cingiram, até agora, na protecção do parque, mais concretamente na construção de uma vedação dessa zona protegida, que, desde a sua criação, em 2003, esteve sobre pressão dos animais, que destruíram parte das espécies de plantas endémicas.

A próxima fase das intervenções incidirá na construção de um viveiro de plantas endémicas e na reflorestação nesse parque, segundo o presidente da associação de Luz Verde, António Silva.

Segundo este responsável, a conservação da biodiversidade no parque natural de Tope de Coroa, que tem estado a diminuir, devido ao pastoreio livre, tem sido uma preocupação dessa associação, que tem estado a trabalhar com o Ministério da Agricultura e Ambiente (MAA), através do Fundo do Ambiente, na conservação deste parque natural.

As intervenções no parque de Tope de Coroa, que só começaram em 2018 (15 anos após a sua criação), acontecem numa altura em que os ambientalistas alertavam para o abandono dessa área protegida, que colocava em risco as espécies endémicas existentes.

Neste parque, se situa a maior elevação de Santo Antão, o vulcão do Tope de Coroa, com 1979 metros de altitude, uma das sete maravilhas naturais de Santo Antão.

JM/ZS

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos