Santo Antão/Ano agrícola: Mais de uma centena de chefes-de-família nos planaltos Norte e Leste com emprego assegurado por um mês

Porto Novo, 15 Out (Inforpress) – As associações comunitárias nos planaltos Norte e Leste, Santo Antão, dizem-se aliviadas com o facto de o Governo ter procedido à abertura de mais de uma centena de postos de trabalho nestas localidades, afectadas pelo mau ano agrícola.

Trata-se de quatro frentes de trabalho ligadas à conservação de solos e reflorestação, financiadas através do Ministério da Agricultura e Ambiente, que estão a ser geridas pelas próprias associações locais, que garantem que, durante um período de um mês, 120 chefes de família, vítimas de mais um mau ano agrícola, vão poder ter um emprego.

No Planalto Norte, as associações Luz Verde do Norte e Tope de Coroa vão, por isso, assegurar, por mais um mês, o emprego a cerca de 60 chefes de famílias, no quadro do projecto da protecção do parque natural de Tope de Coroa, segundo os respectivos responsáveis, António Lima e Otelindo Ferreira.

No Planalto Leste, o presidente da associação comunitária Luz Viva, Aristides Morais, regozijou-se com a abertura das frentes em Lagoa e Companhia, que possibilitam emprego, durante os próximos 30 dias, 60 pessoas, atenuando, assim, os efeitos de mais um ano de seca.

JM/ZS

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos