Santo Antão: “A Igreja está sempre em crescimento na zona de Janela” – pároco (c/áudio)

Penedo de Janela, Paul, 13 Ago (Inforpress) – O pároco de Santo António das Pombas no Paul, responsável pelo pólo pastoral de Janela, padre José Júlio Fortes, disse hoje à Inforpress que a Igreja “está sempre em crescimento” na zona de Janela.

“Há um padre natural da localidade, um seminarista maior e outro que vai, este ano, para o ano propedêutico, e alguns que estão nos capuchinhos” disse o padre José Júlio Fortes, também conhecido como padre Julinho, adiantando que há, ainda, outros jovens que já manifestaram vontade de começar uma caminhada vocacional mas, até ao momento, é apenas “vontade”.

Aquele sacerdote católico disse que a pujança da Igreja em Janela pode medir-se, igualmente, por um “grande número” de crianças na catequese.

Por isso, o espaço disponível já estava a revelar-se insuficiente daí a necessidade de demolir a antiga capela para a construção de uma nova, com espaço social, que dê vazão às necessidades actuais.

Trata-se de um desafio que tem vindo a merecer atenção especial da paróquia e, adianta o padre Julinho, conta com a adesão de um número crescente de fiéis, sobretudo do pólo pastoral de Janela.

É que, segundo o padre Julinho, a construção dessa capela é uma “obra salomónica” que precisa da união de todos já que os recursos disponíveis são poucos mas acredita que a obra vai correr bem porque conta com a adesão de muita gente, nomeadamente com os emigrantes na Holanda, no Luxemburgo e na Itália.

Para a festa da padroeira, que se celebra a 15 de Agosto, as actividades de espiritualidade decorrem conforme o previsto com a realização de novena e peregrinação da imagem da padroeira local, Nossa Senhora da Piedade, uma réplica da “Pietá”, de Miguel Ângelo, que já percorreu todas as localidades da zona de Janela.

“Temos vindo a realizar, igualmente, momentos de celebração penitencial para que possamos ter uma boa festa”, disse o padre Julinho, anunciando que o presidente da celebração eucarística da festa deste ano será o Cónego Nuno Amador, vice-reitor do Seminário dos Olivais, do patriarcado de Lisboa (Portugal).

A bênção dos emigrantes será um “ponto forte” da celebração eucarística deste 15 de Agosto, já que é o dia que o município local dedica aos emigrantes.

Já é tradição a realização de um encontro com os emigrantes em férias e a bênção especial durante a missa.

HF/AA

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos