Santiago: Presidente da Assembleia Nacional satisfeito com processo de desenvolvimento de Santa Cruz (c/áudio)

Pedra Badejo, 21 Mar (Inforpress) – O presidente da Assembleia Nacional (AN), Jorge Santos, mostrou-se hoje, em Santa Cruz, “muito satisfeito” com o processo de desenvolvimento deste município do interior de Santiago, o que “tem contribuído na melhoria da qualidade de vida dos munícipes”.

Jorge Santos teceu esses elogios no final da sua visita a Santa Cruz a convite da câmara e assembleia municipais, onde manteve encontro com a equipa camarária e eleitos municipais e ainda visitou várias obras em curso, tendo expressado o seu agrado pela qualidade das mesmas.

“Estou muito satisfeito com o que tenho visto, não só as obras municipais, todo o programa de requalificação urbana, mas também todo o seu programa de Santa Cruz segura, que tem tido este reforço da fiscalização municipal e introdução de posturas municipais e, principalmente, satisfazer as grandes aspirações dos munícipes, mas igualmente todo os programas rurais”, ressalvou.

Destacou ainda o programa de produção agro-alimentar, que ao seu ver, numa parceria com o Governo vai resolver os problemas daquele município, tendo em conta que são 65 hectares (área equivalente a 65 campos de futebol) de terra agricultável.

Nesse sentido, Jorge Santos vaticinou que este programa poderá ser um potencial que vai transformar Santa Cruz num dos “centros mais importantes” agro-industrial de Cabo Verde, com foco no agro-negócio.

O chefe da casa parlamentar manifestou ainda satisfeito pela forma como o programa de mitigação de mais um ano da seca está sendo gerido e pela “inovação e energia” introduzida pela equipa camarária liderada por Carlos Silva, que segundo ele, está a fazer um “excelente trabalho”.

Por outro lado, Jorge Santos enalteceu o “bom relacionamento” existente entre o Governo e a autarquia santa-cruzense, que aliás, informou, a própria edilidade reconhece que o executivo tem participado em todos os programas, respeitando o princípio da complementaridade e subsidiariedade.

Por isso, disse ter transmitido aos autarcas, que o Parlamento almeja transformar esse momento de “bom relacionamento” em lei, ou seja, para que o mesmo seja “perpetuado”, independentemente das cores políticas sejam do Governo ou das autarquias locais.

“É este o poder local que queremos, e é este o poder local que sonhamos e que está a ser construído. E hoje, reconheço aqui que os autarcas nacionais têm sido verdadeiros heróis”, afirmou.

Por sua vez, o presidente da Câmara Municipal de Santa Cruz, Carlos Silva, disse que é uma grande honra para o município receber a visita do presidente da AN para que ele possa constatar “in loco” os desafios e as perspectivas do desenvolvimento de Santa Cruz.

Mau ano agrícola, transporte escolar, propina escolar, emprego e reabilitação da única escola secundária, construção de raiz de uma esquadra policial, são algumas das “grandes prioridades e preocupações” que o autarca disse acreditar que o presidente da AN vai poder usar da sua influência para os ajudar a resolver junto do Governo e de outras entidades.

Durante a sua estada em Santa Cruz, o presidente do Parlamento visitou as obras de requalificação da cidade de Pedra Badejo, do estádio municipal e do cine-teatro, a ainda a empresa agrícola Justino Lopes, a antiga Igreja de São Tiago Maior, em Achada Igreja, e o projecto turístico “Rotas da Carne”.


FM/CP

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos