Santiago Norte: Município de Santa Cruz completa hoje 48 anos da sua criação (1971)

Pedra Badejo, 29 Mar (Inforpress) – O município de Santa Cruz, no interior da ilha de Santiago, considerado o maior concelho agrícola desta ilha, criado em 1971, comemora hoje 48 anos da sua criação.

De acordo com dados históricos publicados no sítio da autarquia na Internet, Santa Cruz tem 109 quilómetros quadrados e foi proclamado concelho pelo Decreto-Lei nº 108/71, de 22 de Março, pela desanexação de duas freguesias da municipalidade da Praia.

A criação deste município do interior de Santiago, que tem a sede na cidade de Pedra Badejo, teve como objectivo promover o desenvolvimento de actividades que o crescimento populacional impunha e possibilitar às populações, contactos rápidos com as sedes quer do concelho quer das freguesias, onde os seus problemas deviam ser resolvidos.

Considerado como o concelho mais agrícola da ilha de Santiago, com a prática da agricultura a desdobrar-se nas modalidades de regadio e sequeiro, respectivamente, tornando-se assim a principal actividade económica que, aliada ao sector da pesca ocupa cerca de 45% da população activa de Santa Cruz.

Deste modo e considerando a situação da seca e do mau ano agrícola que assola o país, este concelho torna-se num dos municípios mais afectados.

Segundo dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) de 2017, o concelho de Santa Cruz tem actualmente uma população residente de 26.190, sendo 49,4 % do sexo masculino e 50,6 % do sexo feminino, representando 8,7% (por cento) a nível da ilha de Santiago e 4,9 % a nível de Cabo Verde.

No campo da educação, os dados apontam que 84,4 % da população com 15 ou mais anos é alfabetizada, com maior incidência na faixa etária entre 15-24 anos, em que a taxa sobe para 98,3%.

Relativamente ao mercado de trabalho, o INE estima que 50,2 % da população activa de Santa Cruz encontra-se ocupada, sendo 57,8 % homens e 42,5% mulheres. A taxa do desemprego ronda os 5,8 %, sendo 5,7 % nos homens e 6,0 % nas mulheres, ao passo que o desemprego afecta 14,4 % dos jovens (15-24).

Nas condições de vida, 82,1 % dos 6.305 agregados familiares têm acesso à electricidade, 57,7 % e 70,8 % têm acesso à casa de banho e água canalizada (rede pública), respectivamente, 53,8 % usam contentores para evacuação do lixo, 44,9 % usam gás para cozinhar e 53,6% usam a lenha para cozinhar.

No acesso às Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), o telefone fixo chega a 11,5% das habitações, 74,9 % têm televisão, 6,8% têm televisão por assinatura, 16,9 % têm computador e 7,4% tablet e 63,8 % usam internet.

Para assinalar o dia da criação do município a edilidade realiza durante este fim-de-semana a X edição do Festival Temático “1 Concelho 3 Ritmos” que também se enquadra no âmbito do “Mês da Cultura da Cidade de Pedra Badejo” para celebrar os três ritmos tradicionais, batuco, funaná e tabanka que têm forte predominância no concelho.

FM/FP

Inforpress/Fim

 

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos