Santiago Norte: Ministro das Finanças desafia os jovens a manterem-se confiantes e a agarrarem as oportunidades (c/áudio)

Assomada, 31 Out (Inforpress) – O vice-primeiro-ministro e ministro das Finanças desafiou hoje os jovens a serem confiantes e a agarrarem as oportunidades, apesar de todos os desafios que Cabo Verde e o mundo está a enfrentar.

Olavo Correia lançou este repto no acto oficial da entrega de kits de auto-emprego a 22 jovens beneficiários do Programa de Desenvolvimento do Empreendedorismo, cerimónia realizada em Santa Catarina, mas que beneficiou jovens também dos municípios de São Lourenço dos Órgãos e de São Salvador do Mundo.

Segundo o também ministro do Fomento Empresarial e ministro da Economia Digital, os jovens “não precisam de esmolas, caridade e nem de apoios”, mas sim de oportunidades e é isso que o Governo está a criar.

“Os jovens cabo-verdianos são jovens empreendedores, querem trabalhar e são eles que impulsionam mudanças”, enfatizou o ministro, reforçando que estes precisam de oportunidades e de uma boa liderança para poderem ter uma visão do futuro do País para poderem confiar.

Neste sentido, destacou que este é o papel do Estado, ou seja, de criar oportunidades e os jovens devem aproveitá-las, porque somente assim o País pode avançar e acelerar a dinâmica do crescimento de Cabo Verde, é possível criar mais empregos, mais oportunidades, independentemente de que área seja, relembrando que todas as profissões desde que sejam dignas, são importantes para o desenvolvimento da sociedade.

“Por mais dificuldades e problemas que temos hoje, a complexidade do mundo, nomeadamente a guerra na Ucrânia, surto no Israel, fragmentação geopolítica, golpe de Estado no Continente Africano, mas é preciso manter unido e focado”, defendeu.

Com estes kits, pediu aos jovens para fazer um bom uso dos mesmos, mas também que trabalhem no sentido de aproveitar esta oportunidade para crescerem, relembrando que tudo começa de pequeno, (micro), mas com garra é possível transformá-lo em médio e de seguida macro.

Olavo Correia reforçou o compromisso do Governo em continuar a criar políticas de forma a oferecer oportunidades aos jovens.

Por seu turno, a presidente da Câmara Municipal de Santa Catarina, Jassira Monteiro, parabenizou os jovens beneficiários, relembrando-os que esta foi uma ferramenta que receberam para mudar as suas vidas, por isso, sublinhou que têm de saberem tirar proveito disso, exortando-os a partilharem os conhecimentos que aprenderam na formação, mas também para trabalharem e expandirem os negócios.

O presidente do conselho de administração do Instituto de Emprego e Formação Profissional, Paulo Santos, considerou que este programa foi criado para impactar a vida dos jovens cabo-verdianos, permitindo-lhes a terem acesso a um rendimento, ao mercado de trabalho através da criação do auto-emprego.

Segundo a mesma fonte estão a criar oportunidades para todos os jovens de Cabo Verde, justificando que o programa, desde 2017 já foram beneficiados mais de 1000 jovens com este programa, apesar das restrições orçamentais.

Da parte dos formandos, Rudney Bartolomeu disse estar grato por esta oportunidade, que serviu para expandir o horizonte dos jovens formados e beneficiários, e como forma de agradecimento, pediu aos colegas para utilizarem e usufruírem do que aprenderam e dos materiais recebidos de forma inteligente, trabalhando para crescer e expandir os negócios.

Foram atribuídos 22 kits de auto emprego financiados pelo Governo de Cabo Verde através da Direção Geral do Emprego, no valor quatro mil contos, dentre eles, kits para salão de beleza, corte e costura, construção civil, fábrica de sabão, panificação, restauração, pastelaria, entre outros.

MC/CP

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos