Santa Catarina: Município aposta na cooperação descentralizada para dotar Protecção Civil e Bombeiros de meios (c/áudio)

Assomada, 16 Set (Inforpress) – O município de Santa Catarina (Santiago), através da cooperação descentralizada, tem mobilizado mais equipamentos para o Serviço Municipal da Protecção Civil e Bombeiros (SMPCB), visando criar melhores condições à corporação.

Em entrevista exclusiva à Inforpress, o edil santa-catarinense, José Alves Fernandes, disse que este serviço municipal tem ganhado notoriedade graças ao empenho da sua equipa na mobilização de recursos, através da cooperação descentralizada.

“Protecção Civil e Bombeiros tem ganhado visibilidade e tem ganhado notoriedade graças ao nosso empenhamento na mobilização de parceiros (…). Com o engajamento da nossa cooperação descentralizada conseguimos mobilizar mais equipamentos criando melhores condições”, notou o autarca.

José Alves Fernandes apontou ainda a reabilitação do espaço e acções de formações como outros ganhos dos bombeiros, tendo comprometido continuar a apostar neste serviço municipal.

Ou seja, ajuntou, toda esta aposta no SMPCB visa melhorar a capacidade de prestação de serviço para que possam criar mais confiança nos munícipes e municípios vizinhos, tendo em conta que o concelho é a única da região Norte que tem o centro de piquete.

“Estamos em condições de prestar este serviço a outros municípios da região Norte, mas também, caso for necessário, a região Sul, que já tivemos a oportunidade de apoiar”, vincou.

Para os próximos tempos, avançou que a oposta nesse sector vai continuar a ser na mobilização dos equipamentos, tendo anunciado que nos “próximos meses” o município vai receber três ambulâncias, um auto-tanque e equipamentos de protecção individual.

“Vamos continuar a mobilizar mais equipamentos, tanto de protecção individual, mas também de viaturas para o reforço da prestação dos serviços”, comprometeu-se o autarca santa-catarinense.

Instado a pronunciar-se sobre o estatuto dos bombeiros, aquele responsável enalteceu o facto de o Governo ter dado uma “especial atenção”, garantindo que quando tudo estiver pronto que vão reunir todas as condições para melhorar todo ambiente da prestação de serviço, enquadrado no estatuto que vai ser publicado.

O Serviço Municipal da Protecção Civil e Bombeiros de Santa Catarina tem à sua disposição, neste momento, um auto-tanque pesado e um ligeiro de combate a incêndios, três ambulâncias e mais uma viatura de desencarceramento, segundo informações avançadas à Inforpress pela edilidade.

FM/CP

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos