Ribeira Grande de Santiago: PR quer contribuir para acelerar o desenvolvimento e desbloquear as potencialidades do município

Cidade da Praia, 31 Jan (Inforpress) – O Presidente da República disponibilizou-se hoje a, com toda a sua “energia, empenho e capacidade de mobilização”, trabalhar com o presidente da câmara de Ribeira Grande de Santiago para acelerar o desenvolvimento e desbloquear todo o potencial deste município.

José Maria Neves manifestou esta disponibilidade numa carta endereçada ao presidente da Câmara Municipal de Ribeira Grande de Santiago, Nelson Moreira, no âmbito da celebração do município e do Santo Padroeiro “Nhu Santu Nomi” onde esclarece que o apoio que quer dar ao município deverá servir para “acelerar o desenvolvimento, desbloquear todo o seu potencial, criando prosperidade e oportunidades reais para todos”.

Na carta dirigida ao presidente da Câmara Municipal de Ribeira Grande de Santiago, o PR felicita a população e a edilidade pela celebração do município e do Santo Padroeiro “Nhu Santu Nomi” augurando “maiores sucessos” a todos.

Assim, enquanto Champion da União Africana para Preservação do Património Natural e Cultural de África, José Maria Neves disponibiliza-se para trabalhar em parceria com a autarquia e com o Governo, em prol da preservação do património natural e cultural da histórica cidade-berço.

O Chefe de Estado, na sua comunicação alusiva à data, ressalta avanços que permitem “o acesso das pessoas a mais serviços e infra-estruturas sociais, obras de requalificação urbana, aumento de penetração de energias limpas, bem como a aposta no empreendedorismo”.

Contudo diz esperar, que outros projectos em carteira, sejam materializados, dando aos munícipes melhores condições de acesso aos serviços de saúde e de mobilidade.

Apontou ainda, na sua comunicação, que a estrada de acesso a São João Baptista e Pico Leão é uma antiga reivindicação dos ribeira-grandenses, que deve merecer atenção das autoridades.

José Maria Neves apontou ainda outros desafios do município que têm a ver com a elevada taxa de incidência da pobreza, a precariedade do parque habitacional e o desemprego, agravados pela seca prolongada e a redução do poder de compra que afecta a população.

Contudo regozijou-se com os esforços empreendidos pela edilidade no sentido de apoiar, principalmente as camadas mais vulneráveis, alegando que devem acelerar o passo para ultrapassar os “constrangimentos restritivos e os entraves burocrático”s na realização de alguns projectos estruturantes para o desenvolvimento durável da Ribeira Grande de Santiago, berço da nação cabo-verdiana.

O Chefe de Estado chamou a atenção pelas enormes potencialidades de Ribeira Grande de Santiago, que podem servir para atrair mais investimentos públicos e privados e propiciar um salto no desenvolvimento.

Nesta persepctiva o Mais Alto Magistrado da Nação insta o Município a “assumir um mais forte protagonismo na dinâmica de crescimento, de geração de empregos e de rendimentos para as famílias, no combate à pobreza e às desigualdades e na substancial melhoria da qualidade de vida das pessoas, apostando fortemente na competitividade da economia local e na coesão territorial”.

PC/ZS

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos