Reitora da Uni-CV pede união para fortalecimento da Economia Azul no país

Cidade da Praia, 16 Ago (Inforpress) – A reitora da Universidade de Cabo Verde (Uni-CV), Judite Nascimento, defendeu hoje a união entre as instituições nacionais para o fortalecimento da Economia Azul em Cabo Verde, destacando o contributo da parceria internacional neste processo.

Judite Nascimento fez estas considerações na abertura do ateliê sobre “As oportunidades de negócios no âmbito da Economia Azul e os sectores das pescas, turismo e energia”, que decorre hoje e quarta-feira, 18, nas cidades da Praia e do Mindelo, respectivamente, promovido pela instituição que dirige, em parceria com o Instituto Nacional de Desenvolvimento de Pescas, Universidade de Vigo, Espanha, e a Pró-empresa.

A iniciativa visa, conforme a organização, fortalecer o debate sobre o empreendedorismo e a Economia Azul, promover e reforçar o ecossistema de empreendedorismo sustentável e reforçar o aproveitamento das oportunidades de negócios nessas áreas.

Aquela responsável destacou ganhos alcançados através da cooperação com a Embaixada do Reino da Espanha em Cabo Verde, nomeadamente o doutoramento em Oceanografia que, segundo ela, tem um “significado especial”, uma vez que, além de aumentar “as ofertas formativas de alto nível”, contribuiu para o reforço da parceria existente com a Universidade de Vigo.

Conforme realçou, o projecto Empreamar está a ter impactos na vida das famílias que estão ligadas ao sector da economia marítima.

“As formações que têm sido dadas e os projectos desenvolvidos e implementados têm impactos directo na vida das pessoas”, garantiu.

É neste sentido que Judite Nascimento reforçou que é necessária uma aliança público-privado e aproveitar “da melhor forma possível” as oportunidades existentes.

A “grande meta” da Uni-CV, segundo a reitora, é a criação de uma incubadora de empresas para transmitir aos estudantes finalistas, competências para uma “melhor integração” no mercado de trabalho.

Por sua vez, o coordenador da Cooperação Espanhola, Jaime Garcia, afirmou que, como financiador deste projecto, pretende fazer o seguimento das acções, por forma a estarem “bem coordenadas”, para se ter “melhor sinergias, melhor eficácia” e resultado para os empreendedores.

O mesmo considerou, também, que a coordenação e uma “boa parceria” são essenciais para se alcançar os objectivos pretendidos.

Empreamar  Cabo Verde é um projecto de empreendedorismo para o sector marítimo no país que visa a inovação para o desenvolvimento sustentável das zonas costeiras.

WM/LC//AA

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos