Reino de Marrocos doa a Cabo Verde cerca de 35 mil contos de medicamentos oncológicos

Cidade da Praia, 23 Jan (Inforpress) – O Ministério de Saúde recebeu hoje na Praia, da parte do Reino de Marrocos, uma quantidade de medicamentos oncológicos, orçados em cerca de 35 mil contos, para o reforço da “qualidade de vida dos doentes”, Filomena Gonçalves.

Trata-se de medicamentos novos que segundo a ministra da Saúde, Filomena Gonçalves, não existiam em Cabo Verde e que vão fazer “muita diferença”, proporcionando mais qualidade de vida aos doentes oncológicos, disse.

“São medicamentos novos que entraram em uso recentemente e que ainda são muito disputados no mercado internacional, medicamentos de ponta que farão toda a diferença, a devolver mais esperança de vida”, frisou a ministra.

A ministra assegurou que estarão a trabalhar para que os pacientes tenham acesso a esses medicamentos, justificando que, com esta doação, estarão também a diminuir as evacuações que, além dos custos monetários, tem custos sociais.

“Mas também temos de ver o impacto económico que isso tem. Porque os custos de medicamentos, das formas que o Governo tem é de financiamento directo, ao nível do Orçamento do Estado para podermos garantir os medicamentos e este valor estará a impactar de alguma forma no pacote que nós temos em termos da disponibilidade para aquisição de medicamentos”, declarou Filomena Gonçalves.

Para a ministra da Saúde, a doação dos medicamentos da parte do ministério da Saúde e da Protecção Social do Reino de Marrocos significa um reforço da cooperação e de parceria entre os dois países, frisando que é apenas o início de um processo que vem decorrendo, no âmbito do acordo de cooperação mista que foi assinado.

De acordo com o conselheiro Adil Khlifi, em representação do Reino de Marrocos, trata-se de um gesto simbólico e de uma ocasião que permite iniciar uma nova relação bilateral entre os dois povos.

OS/HF

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos