Primeiro-ministro exorta jovens a serem “motores de mudança” nas suas comunidades

Cidade da Praia, 01 Abr (Inforpress) – O primeiro-ministro destacou hoje o “papel importante” dos jovens na concretização dos Objectivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), exortando os mesmos a “ocuparem o seu lugar e serem motores de mudança” na esfera política, empresarial, associativa e social.

Ulisses Correia e Silva lançou este repto hoje, na Cidade da Praia, após presidir à cerimónia de abertura da 1ª edição do SDG Youth Festival, promovida pela Associação Internacional de Estudantes Económicas e Comercias (AIESEC), salientado que os jovens podem ter um papel “muito importante” em liderança.

Apontou, neste sentido, a aposta em lideranças política, empresarial e associativa que, por outro lado, referiu, poderão contribuir para a divulgação, sensibilização e alcance dos  ODS.

“Os 17 ODS são objectivos muito concretos que mexem com a redução da pobreza, crescimento inclusivo, ambiente sustentável e a criação de condições para que as pessoas se sintam bem neste planeta,”, afirmou, defendendo que tal implica um “comprometimento com a melhoria das condições de vida das pessoas” em todo o mundo.

No entanto, para que realmente ocorra essas mudanças, realçou o chefe do executivo, é preciso que os jovens acreditem que eles podem fazer essa mudança, frisando que o processo pode parecer difícil, mas que sempre começa na juventude.

“Desde a luta de libertação nacional, independência nacional, luta pela democracia, os governos começaram sempre com os jovens e esses jovens tem hoje um papel importante de fazer essa ligação com as próximas gerações,”, salientou, desafiando os mesmos a não temerem nada  e serem de facto motores da mudança em organizações onde participam”, salientou.

Por seu turno, o representante da AIESEC, na Cidade da Praia, Anderson Macedo, destacou a importância do evento, sublinhando que o mesmo visa consciencializar os jovens sobre os ODS e promover “o maior engajamento” dos mesmos, através de intercâmbios internacionais.

Pretende-se com esta edição, assegurou o responsável, envolver cerca de cinco mil jovens que durante os encontros serão capacitados e sensibilizados sobre os ODS e a liderança, enquanto “ferramenta importante” para desenvolver uma liderança sustentável.

“O Festival dos ODS é a primeira edição e está a ser uma edição que envolverá mais de cinco mil jovens com a realização de várias actividades ao longo da semana, com destaque para a maior aula do mundo a ser realizado nas ilha de Santiago, Sal e São Vicente que contará com a presença de líderes mundiais”, concretizou, sublinhando que a AIESEC está em Cabo Verde desde 2013 tendo até agora conseguido realizar  mais de 100 acções de voluntariado internacionais.

Disse, por outro lado, que se tem registado “impactos positivos” com as acções realizadas pela referida associação, reforçando, entretanto, que para alcançar os ODS é preciso que a juventude seja “cada vez mais activa e dinâmica”.

A AIESEC é uma plataforma internacional que possibilita o desenvolvimento pessoal e profissional de jovens estudantes através de programas de trabalho em equipa, liderança e intercâmbio.

A AIESEC, cuja sede está localizada em Roterdão (Holanda), é a maior organização mundial de estudantes e está presente em mais de 120 países com mais de 86.000 membros e 8000 organizações parceiras.

CM/AA

Inforpress/Fim

 

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos