Primeiro-ministro destaca importância de maior participação feminina nas áreas digitais e tecnológicas

Cidade da Praia, 25 Jan (Inforpress) – O primeiro-ministro ressaltou hoje, na cidade da Praia, a importância de uma maior participação feminina nas áreas digitais e tecnológicas, destacando sua capacidade de “introduzir diversidade e abordagens diferenciadas” nesses setores.

Ulisses Correia e Silva discursava na cerimónia de abertura do workshop sobre “Robótica e Inteligência Artificial”, realizado no âmbito do lançamento oficial da ‘Chapter Women in Tech®’, em Cabo Verde, com o objectivo de impulsionar a igualdade de género no sector tecnológico.

“Precisamos de mais mulheres nestas áreas por motivos muito óbvias, são a maioria da população conseguem introduzir diversidade, diferenciação abordagens muitas vezes bem diferentes e conseguimos juntos ser mais fortes em todas as áreas de actividades quer política económica social tecnológica daí que é importante este compromisso e é bom ter mais meninas e mulheres no digital”, enfatizou o chefe do Governo.

Ulisses Correia e Silva avançou ainda que os números “são encorajadores”, indicando que 45 por cento (%) dos participantes nos programas de empreendedorismo de base tecnológica são representados por mulheres.

No entanto, ressaltou a necessidade de se aumentar a presença feminina nos programas de formação para o empreendedorismo de base tecnológica, em que mais de sete mil meninas e mulheres, principalmente jovens, estão envolvidas.

“Por isso, a iniciativa ‘Women in Tech®’ é um bom impulso para aumentarmos essa participação”, afirmou o primeiro-ministro, ressaltando que Cabo Verde busca uma maior representatividade no mundo tecnológico, que pode servir como um acelerador para impulsionar ainda mais o desenvolvimento nessas áreas estratégicas para o país.

“Desejo que seja também um acelerador no interesse de oferta de oportunidades aos nossos jovens de uma forma geral e às jovens de uma forma particular”, concretizou Ulisses Correia e Silva.

Por seu lado, a embaixadora da ‘Chapter Women in Tech®’ em Cabo Verde, Maira Silva, explicou à imprensa que a ‘Women Tech Global’ é uma ONG que está em mais de 48 países e que Cabo Verde integra “mais um dos capítulos”.

“O lançamento oficial da ‘Chapter Women in Tech®’ em Cabo Verde visa reforçar a nossa missão no mundo global e também em Cabo Verde que é ajudar nos ODS, que é capacitar mais de 100 milhões de mulheres até 2030”, aclarou Maira Silva.

Várias actividades, segundo a mesma fonte, estão sendo realizadas no âmbito do lançamento oficial da iniciativa em Cabo Verde, nomeadamente um ‘master class’ promovida na quarta-feira, 24, em parceria com Universidade de Cabo Verde (Uni-CV), destinada aos universitários e alunos de escolas secundárias da área técnica.

“Hoje estamos aqui trazendo mais um evento, um workshop sobre robótica e inteligência artificial, no qual esperamos abordar diversos temas importantes e emergentes. Também teremos a participação de especialistas internacionais e nacionais de renome, que compartilharão suas experiências e trajetórias nessas áreas. Destaco a colaboração da ‘Women Tech Portugal0, que tem sido nossa parceira em atividades como essa”, sublinhou a embaixadora do projecto Maira Silva.

Adiantou ainda que haverá espaço para demonstração de casos aplicados em Cabo Verde na inteligência artificial e robótica, realizadas por empresas nacionais e pelo laboratório da Uni-CV.

Maira Silva anunciou ainda para sexta-feira, 26, uma ação de doação de materiais escolares e tecnológicos pela ‘Women Tech Portugal’ e pela Unitel, que proporcionarão a oferta de computadores aos alunos da Escola de Achada Grande e mais uma pintura de ‘street basket’ para beneficiar a comunidade.

TC/AA

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos