Presidenciais’2021: Fernando Delgado diz que há “muito exagero” no embargo dos produtos agrícolas de Santo Antão

Ribeira Grande, 03 Out (Inforpress) – O candidato a Presidente da República Fernando Delgado classificou a temática do embargo dos produtos agrícolas de Santo Antão de “muito exagerado” e que está a “prejudicar seriamente” os agricultores da ilha.

Depois de visitar a zona do Figueiral da Ribeira Grande durante toda a manhã de sábado, 02, o candidato prosseguiu, à tarde, os contactos com o eleitorado das localidades de Coculi, Chã de Igreja e Garça, zonas onde se dedica à agricultura, com dois temas na ordem do dia, o processo do embargo e o desemprego jovem.

Sobre o embargo, Fernando Delgado disse que mesmo sem chuva, anualmente “há toneladas de produtos na ilha de Santo Antão que se estragam” por não haver possibilidade de escoamento.

“Há a questão dos mil-pés, sim senhor, mas o embargo é coisa criada, é falta de vontade, e se for eleito vou, através da magistratura de influência, junto à tutela da Agricultura, sempre em diálogo, mostrar que Santo Antão tem de ter a sua potencialidade e que precisa de estímulos”, concretizou o candidato que tem como lema nesta campanha eleitoral “Um Presidente presente”.

Ao longo do dia de sábado, 02, que o candidato dedicou ao concelho da Ribeira Grande, outro tema de conversa recorrente nos contactos porta a porta foi o desemprego jovem e na agricultura, com o candidato a dar conta que “muitos jovens” o têm procurado para “desabafar” acerca de vários constrangimentos, também ligados à educação e com impacto no desemprego. 

Por isso, apontou, “os cabo-verdianos estão a precisar de um homem sério, que quer garantir a transparência em todo o sistema nacional, seja na justiça, na segurança, na saúde e na educação” sem esquecer a preocupação com o desemprego jovem. 

No dia de hoje, o quarto da campanha eleitoral, Fernando Delgado vai levar a sua mensagem ao vale da Ribeira da Torre e ao concelho do Paul.

Para as eleições presidenciais do dia 17 de Outubro nos dois círculos eleitorais, nacional e estrangeiro, concorrem sete candidatos, nomeadamente Fernando Delgado, Gilson Alves, José Maria Neves, Carlos Veiga, Hélio Sanches, Casimiro de Pina e Joaquim Monteiro.  

As últimas eleições presidenciais em Cabo Verde ocorreram no dia 02 de Outubro de 2016, com três candidatos (Albertino Graça, Jorge Carlos Fonseca e Joaquim Monteiro). Venceu Jorge Carlos Fonseca na primeira volta para um segundo mandato, com 74% dos votos.  

AA/HF

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos