Portugal: Tchalé Figueira traz “Breve história colonial e outras memórias” a Lisboa

Lisboa, 22 Nov (Inforpress) – O artista plástico cabo-verdiano Tchalé Figueira inaugura esta sexta-feira, 24, no Centro Cultural Cabo Verde (CCCV), em Lisboa, a exposição intitulada “Breve história colonial e outras memórias”.

No convite à exposição, o CCCV explica que por meio das suas “inconfundíveis pinceladas”, Tchalé Figueira transporta as pessoas a um universo onde a história colonial é não só observada mas desafiada, fazendo com que haja questionamento sobre as percepções e realidades.

De acordo com a mesma fonte, a sua arte não se limita a representações visuais, mas “serve de manifesto contra desvalorizações humanas, iluminando episódios muitas vezes sombrios da história, e alertando sobre a indiferença e a amnésia colectiva”.

“Esta exposição é um convite à introspecção e acção (…). Através da obra de Tchalé, somos instigados a reflectir, questionar e, sobretudo, agir face às memórias e realidades que estas peças nos revelam”, destaca o curador da exposição, Ricardo Barbosa Vicente.

A exposição Breve história colonial e outras memórias” ficará patente no CCCV até 12 de Janeiro.

Tchalé Figueira, que também é escritor, nasceu em Mindelo e consolidou a sua carreira artística na Suíça, tendo exposto as suas obras em diversos países, com o seu legado artístico a estender-se por museus e colecções privadas em África, Europa e América.

DR/ZS

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos