Porto Novo: Edilidade “insatisfeita” com indicadores de desenvolvimento do município – presidente da câmara

Porto Novo, 04 Set (Inforpress) –  A edilidade porto-novense está “insatisfeita” com os actuais indicadores de desenvolvimento do município do Porto Novo, em Santo Antão, e deseja trabalhar com o Governo “na inversão” destes mesmos indicadores.

Quem o diz é o presidente da Câmara Municipal do Porto Novo, Aníbal Fonseca, para quem este concelho, apesar dos “ganhos” alcançados até agora e do seu potencial económico, “ainda não atingiu o patamar desejado” em termos de desenvolvimento.

“Porto Novo tem imenso potencial e pode dar uma contribuição extraordinária ao processo de desenvolvimento de Santo Antão e de Cabo Verde, mas continua a ter indicadores que não nos satisfazem. Indicadores abaixo da média nacional”, notou o edil, referindo-se ao desemprego, ao rendimento percapita e acesso dos municipes aos bens básicos.

Aníbal Fonseca diz que o seu executivo está preparado para ser “a melhor parceira” do Governo “na inversão destas tendências”, acreditando que “com políticas públicas assertivas” Porto Novo será “um município de futuro” que contribuirá para o desenvolvimento de Santo Antão e do País.

Sem avançar números concretos, este autarca diz que a nível do emprego, do rendimento percapita e do acesso dos porto-novenses a bens básicos, Porto Novo apresenta ainda indicadores “muito abaixo da média nacional”.

JM/CP

Inforpress/Fim 

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos