Porto Novo/Ano agrícola: Seca inquieta criadores de gado no Planalto Norte

Porto Novo, 26 Set (Inforpress) – Os criadores de gado no Planalto Norte, Porto Novo, Santo Antão, manifestaram hoje “preocupação” com a situação de seca na localidade, onde a escassez de água e falta de pasto constituem, actualmente, as “maiores inquietações”. 

O presidente da Associação dos Criadores de Gado do Planalto Norte, Adilson Vitória, confirmou que a falta de chuva está a deixar os criadores de gado “aflitos”, já que a pecuária constitui o principal meio de vida das 70 famílias locais.  

Nesta altura, a falta de água está inquietar os criadores de gado deste planalto, que têm esperança que, em Novembro,   possa ficar resolvido este problema, com a conclusão do projecto de abastecimento de água a esta zona, co-financiado pelo Ministério da Agricultura e Ambiente, através do Programa de Promoção das Actividades Económicas Rurais (Poser).

Na zona baixa do município do Porto Novo, os criadores de gado têm estado também a alertar para a “situação difícil” por que passam face à demora na queda de chuvas.

O representante dos criadores, Romeu Rodrigues, informou que “muitos criadores” estão a ter “grandes dificuldades” para manter os seus animais,   dada a demora na queda de chuvas, mas, também, por causa do “elevado preço” da ração.

Os criadores de gado sugerem ao Governo que pense já num plano de salvamento de efectivo pecuário no Porto Novo, que constitui meio de sustento de mais de 500 famílias em todo o concelho.

JM/AA

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos