Porto Novo/Alto Mira: Agricultores acreditam em “melhores dias” com cobertura de 80% com rega gota-a-gota

Porto Novo, 05 Mai (Inforpress) – Os agricultores em Alto Mira, no Porto Novo, Santo Antão, perspectivam “melhores dias” para a agricultura nesse vale agrícola de “grande potencial”, que está prestes a atingir uma cobertura de 80 por cento (%) com rega gota-a-gota.

Conforme os lavradores locais, a instalação, já em curso, do sistema de rega localizada em quase todo o vale de Alto Mira vai permitir, “dentro de pouco tempo”, a rentabilização da água disponível para a rega e, consequentemente, o aumento da área irrigada e da produção agrícola.

A associação dos agricultores dessa localidade antevê, por isso, “um forte incremento” da actividade agrícola, ainda no decorrer deste ano, em Alto Mira, com a conclusão do projecto de instalação de rega gota a gota nessa zona, abrangendo mais de 50 agricultores.

O delegado do Ministério da Agricultura e Ambiente (MAA), no Porto Novo, Joel Barros, confirmou à Inforpress que a cobertura de Alto Mira com rega gota-a-gota atinge “em breve” os 80%, num investimento que abre “boas perspectivas” para agricultora de regadio nessa zona.

Isso, avançou o responsável, graças aos financiamentos disponibilizados no quadro dos programas Poser (Promoção de actividades socio-económicas rurais) e de segurança alimentar.

O MAA tem em curso, no município do Porto Novo, um programa de massificação da rega gota-a-gota que já chegou, igualmente, a Ponte Sul/Chã de Mato e Ribeira dos Bodes, abrangendo 45 agricultores.

Conforme Joel Barros, essas duas localidades vão ficar totalmente cobertas com o sistema de rega localizada.

Na cidade do Porto Novo, 20 famílias da zona de Galinheira, beneficiárias do projecto sobre agricultura urbana, dispõem de rega gota-a-gota, prevendo-se, “para breve”, contemplar outras 20 famílias, desta feita num projecto idêntico em Lajedinho.

JM/ZS

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos