PCA do CERMI garante que instituição está a caminhar para a sua sustentabilidade financeira

Cidade da Praia, 20 Mar (Inforpress) – O presidente do conselho de administração (PCA) do Centro de Energias Renováveis e Manutenção Industrial (CERMI), Luís Teixeira, disse hoje, na Cidade da Praia, que a instituição está a caminhar para a sua sustentabilidade financeira.

Luís Teixeira fez essa afirmação em declarações à imprensa, à margem do workshop sobre os serviços da metrologia, realizado no âmbito do Projecto de Apoio à Parceria entre o CERMI e o Centro de Competências, do Luxemburgo.

“No último ano, as receitas aumentaram sete ou oito vezes mais “, informou o responsável, acautelando que com essa sustentabilidade o grau de responsabilidade vai aumentar, sendo que por isso, a empresa vai precisar de parceiros para que Cabo Verde possa acompanhar o processo de transformação energética.

Neste sentido, o PCA do CERMI ressaltou essa parceria com o Centro de Competências de Luxemburgo, por ser este país “muito experiente” em termos de prestação de serviços.

“Queremos levar produtos atractivos para a CEDEAO (Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental) e, para isso, temos que nos juntar a países que têm experiência nesta matéria”, indicou.

Luís Teixeira perspectiva que nos próximos três anos será instalado o Centro de Competência de Cabo Verde, que conforme defendeu, vai ser um grande instrumento para o incremento da economia cabo-verdiana, “mas, sobretudo, para a sub-região PALOP e CEDEAO”.

Engenheira da formação, auditoria energética, incubação, formação, serviço de metrologia e acreditação, são os temos que vão ser tratados nesse ciclo de workshop, que termina na sexta-feira, tem como objectivo alinhar os produtos a serem proposto ao mercado e para definir as parcerias.

Neste momento, o CERMI, segundo o seu presidente, trabalha permanente com 400 jovens, contando com o apoio do Governo, através do Fundo do Turismo.

OM/CP

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos