Paul: Agricultores reivindicam centro de transformação de produtos agrícolas

Porto Novo, 01 Mai (Inforpress) – A necessidade de se instalar no concelho do Paul, na ilha de Santo Antão, um centro de transformação de produtos agrícolas constitui, actualmente, uma das principais reivindicações dos agricultores paulenses.

Trata-se de uma reclamação sublinhada durante um workshop promovido, nos últimos dias, no Paul, no quadro do projecto Redes locais para o turismo sustentável e inclusivo em Santo Antão (Raízes) para sensibilizar os agricultores e a população rural, no geral, para os desafios e exigências que se colocam  ao turismo em Santo Antão.

O workshop, além da necessidade do aproveitamento dos recursos existentes e da instalação de um centro de transformação de produtos agrícolas, serviu ainda para a recolha de outras preocupações dos paulenses, que se prendem, também, com a manutenção dos percursos turísticos (trilhos) e formação para os guias turísticos.

Santo Antão tem, desde 2013, um centro de transformação agro-alimentar, em Afonso Martinho (Ribeira Grande), que, depois de algum período de inoperância, está a ser relançado pela Associação dos Municípios de Santo Antão (AMSA), no âmbito de um protocolo assinado com o Governo para a gestão desta infra-estrutura, construída através da cooperação luxemburguesa.

No quadro deste protocolo, a AMSA tem em marcha o plano de operacionalização do centro de transformação agro-industrial,  segundo o seu presidente, Orlando Delgado, que informou que a gestão deste centro, que se encontrava encerrado há alguns anos, vai ser feita pela própria associação, em parceria com privados.

JM/AA

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos