Partido Popular lamenta a morte do decano dos advogados Felisberto Vieira Lopes

Cidade da Praia, 04 Abr. (Inforpress) – O Partido Popular de Cabo Verde (PP) lamentou o falecimento do advogado Felisberto Viera Lopes, esta sexta-feira, considerando que “Cabo Verde perde o seu expoente máximo da luta contra a corrupção e da luta a favor dos mais desprotegidos”.

Na sua nota de pesar endereçada à Inforpress a direcção do Partido Popular lamenta esta perda física e apresentou as suas sentidas condolências aos familiares deste decano dos advogados, alegando que Viera Lopes apoiou a fundação do PP e foi um dos ideólogos do programa deste parido no combate à corrupção neste país”.

“Estamos todos perplexos, enlutados e tristes com a morte do Dr. Vieira Lopes! Só nos resta pedir a Deus que receba nas suas mãos a sua alma”; lê-se na missiva.

Ao que apurou a Inforpress, o decano dos advogados cabo-verdianos, Felisberto Vieira Lopes, 82 anos, faleceu por volta das 18:00 desta sexta-feira, na cidade da Praia, na sequência de uma queda na sua residência, no Platô, há alguns dias.

O corpo de Felisberto Vieira Lopes, poeta que usou o pseudónimo de Kaoberdiano Dambará, vai a enterrar ainda este sábado, em Santa Catarina, sua terra natal.

Colaborou no Boletim dos alunos do Liceu Gil Eanes e no Novo Jornal de Cabo Verde e, depois da independência de Cabo Verde, Raízes, entre outros, além das suas várias publicações em jornais e revistas nacionais e estrangeiras.

Viera Lopes foi o denunciante de um suposto esquema que levou o Ministério Público a acusar 14 pessoas e uma empresa por vários crimes relacionados com a usurpação e comercialização ilegal e criminosa de terrenos, na cidade da Praia, pertencentes, na sua grande maioria, ao Estado, à Câmara Municipal da Praia e a privados.

SR/ZS

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos