Parque automóvel em Cabo Verde cresceu 67,7% nos últimos 13 anos – Direcção-Geral de Viação

Cidade da Praia, 10 Mai (Inforpress) – O número de parque automóvel em circulação no País cresceu cerca de 67,7% nos últimos 13 anos, avançou hoje à Inforpress a directora geral de Viacção e Segurança Rodoviária, Dina Andrade.

Esta responsável falava em declarações à Inforpress no âmbito da Semana Mundial da Segurança Rodoviária que se assinala de 06 a 12 de Maio, este ano sob o lema “liderança para a segurança rodoviária”.

Dina Andrade disse ainda que o parque automóvel de Cabo Verde em circulação passou de 34.838 veículos em 2005 para 72.455 em 2018, com a média de crescimento durante o período em análise de 5,4%.

De acordo com esta responsável, também nesse mesmo período, o parque de aluguer “ cresceu de forma acentuada” e segundo os dados estimados, o parque de veículos de aluguer em 31 de Dezembro de 2018 era de 9.573 veículos em diferentes categorias.

Em termos de conservação, Dina Andrade afirma que é de se considerar que o parque automóvel a nível nacional se encontra em “bom estado” de conservação, tendo em consideração o princípio do rejuvenescimento do mesmo e várias medidas legislativas a nível do Governo, que estão sendo implementadas “desde 2016 até a presente data”.

Entre as medidas legislativas destaca a isenção de direitos na importação de táxis, incentivos à importação de veículos de transporte colectivo de passageiros e veículos ligeiros destinados ao transporte executivo e incentivos à importação de veículos pesados de passageiros para turistas.

Conforme realçou Dina Andrade, essas medidas vêm contribuindo de “forma inequívoca” para o rejuvenescimento do parque automóvel em todo o território nacional.

No que diz respeito às estradas, a directora geral de Viacção e Segurança Rodoviária fez saber que a rede de estradas atinge um total de 1.650km, dos quais 1.113km são estradas nacionais, geridas pelo Instituto de Estradas e 537km são municipais, geridas pelos municípios.

“Cabo Verde já possui uma densidade rodoviária muito elevada”, frisou a mesma fonte, informando que “apenas três ilhas têm uma rede de estradas com mais de 100km de extensão total”, sendo elas Santiago, Santo Antão e Fogo.

Dina Andrade deu ainda conta que quase três quartos da rede nacional de estradas são pavimentados.

Entretanto, avançou em jeito de novidade, que está em curso um programa “ambicioso” de modernização e expansão da rede rodoviária em “quase todas as ilhas”, implementados pelo Governo, ao qual ainda se junta a implementação de políticas e estruturas para gestão desta rede.

GSF/FP

Inforpress/Fim

 

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos