Parlamento: UCID pede ao Governo para estipular as prioridades em política de habitação social

Cidade da Praia, 24 Abr (Inforpress) – A União Cabo-verdiana Independente e Democrática (UCID, oposição), pediu hoje ao Governo para estipular as prioridades em matéria de habitação social, tendo em conta que o cenário no país “é precário”.

Segundo o deputado António Monteiro, durante a sua intervenção de abertura da segunda sessão parlamentar de Abril, com apresentação do tema para o debate mensal com o primeiro-ministro, sobre Habitação e Habitabilidade, a problemática de habitação em Cabo Verde “é grave” e exige “medidas inteligentes” para a resolver.

Conforme avançou, “infelizmente”, aquilo que se tem vindo a verificar desde a independência até hoje é que “ano após ano” há “mais pessoas com dificuldades” em habitação de qualidade.

Revelou que em várias localidades do país, a vida dos cidadãos “continua precária”, apelando ao Governo para disponibilizar “mais recursos” para colmatar essa fragilidade presente em Cabo Verde.

“Um 1,6 milhões de contos não chega para tanta dificuldade em termos de habitação”, declarou o deputado.

Para o também presidente da UCID, o Governo deve, em concertação com as câmaras municipais, definir as prioridades para aqueles que “realmente precisam, sem distinguir a cor da pele, religião ou a cor política”.

A segunda sessão parlamentar do mês de Abri, além do debate com o primeiro-ministro, terá na agenda ainda a aprovação das várias propostas de lei, com destaque para o decreto que cria o Fundo Soberano de Garantia do Investimento Privado.

HR/AA

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos