Onda de incêndios atinge a costa leste da Austrália

Sydney, Austrália, 27 Out (Inforpress) – A costa leste da Austrália está hoje de novo a ser atingida por uma onda de incêndios florestais, com as autoridades a contabilizarem esta semana a morte de duas pessoas e a destruição de mais de 30 casas.

Uma das principais áreas de preocupação é a cidade de Lake Moondarra, uma zona árida e remota a mais de 1.800 quilómetros a noroeste de Brisbane, onde as chamas estão fora de controlo.

“Abandonem [a zona] imediatamente. A vossa vida pode estar em risco”, advertiu hoje o Serviço de Incêndios e Emergências do Estado de Queensland, no nordeste da Austrália.

Outra área de grande preocupação é Tara, cerca de 300 quilómetros a oeste de Brisbane, onde se espera que um “incêndio de rápida propagação” atinja uma rua da cidade rural “muito em breve”, de acordo com outro alerta de evacuação “imediata” emitido hoje pelo Serviço de Bombeiros.

Duas pessoas, um homem e uma mulher, morreram na sequência dos incêndios em Tara, onde se contabiliza a maior parte das cerca de 30 casas destruídas pelas chamas.

Dezenas de outros incêndios continuam a arder em Queensland.

Na vizinha Nova Gales do Sul, o estado mais populoso do país, há 110 incêndios florestais activos, 58 dos quais estão fora de controlo.

A Austrália, cuja época de incêndios florestais começa normalmente na costa leste em Novembro, vai enfrentar este ano um tempo mais seco do que o habitual devido ao El Niño, um fenómeno natural provocado pelas correntes do Oceano Pacífico que, potenciado pelo aquecimento global, pode provocar catástrofes devastadoras.

Entre 2019 e 2020, o país registou 33 mortos devido a uma onda de calor que provocou dezenas de incêndios florestais que queimaram cerca de 24 milhões de hectares (equivalente a quase o tamanho do Reino Unido) e afectaram cerca de três mil milhões de animais na costa leste do país.

Inforpress/Lusa

Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos