“O ensino superior em Cabo Verde: génese e desenvolvimento” é uma obra profunda em análise e história – reitora Uni-CV

Cidade da Praia, 17 Jun (Inforpress) – A reitora da Universidade de Cabo Verde (Uni-CV) considerou hoje o livro “O ensino superior em Cabo Verde: génese e desenvolvimento” a obra “mais profunda” em análise e história do percurso do ensino superior apresentada no arquipélago.

Judite Nascimento teceu essas considerações durante a cerimónia de apresentação do livro da autoria de Maria Adriana Sousa Carvalho, professora e investigadora da Uni-CV, que em 2018, também lançou o “Ensino Superior em Cabo Verde – o contributo da Fundação Calouste Gulbenkian”.

“O dia de hoje é muito importante porque trata-se da apresentação da obra mais profunda em análise e história do que foi todo o percurso da construção do ensino superior em Cabo Verde”, afirmou.

Segundo a reitora da Uni-CV, o livro está a ser lançado no âmbito das comemorações de 40 anos do ensino no país, que será acompanhado por uma série de mesas redondas onde se vai dissertar sobre o ensino superior no país.

Para a autora, trata-se de uma obra de quase 500 páginas, resultado de um trabalho de pesquisa através da imprensa escrita de 1976 até ao ano 2016, legislações, estudos e relatórios que conseguiu.

“Este conjunto de documentos está no livro de duas formas, uma constitui a base narrativa e conta a história do ensino superior, antes da independência nacional, e das instituições que foram acontecendo e que deram origem a Universidade de Cabo Verde”, explicou em declarações à imprensa.

Adriana Carvalho fez saber, ainda, que o livro inclui outras informações que podem permitir a outros investigadores desenvolver a narrativa.

Para falar do ensino superior em Cabo Verde, a escritora afirmou que, em alguns casos, teve de recuar a época colonial para poder trazer contributos de formações que tiveram lugar em instituições agrárias de São Jorge dos Órgãos (Interior de Santiago) e nas Escolas Náuticas e de Pilotagem na Praia e no Mindelo.

O livro segundo a autora, procura mostrar a trajetória do ensino superior em Cabo Verde, iniciando com as formações antes independência e ensino superior que instalaram após a independência e sem concretização legal, mas com autenticidades políticas e públicas.

E por ser uma obra que descortina os passos do ensino superior no país, Adriana Carvalho, espera que seja um contributo impar para o sector educativo e para que outros investigadores possam dar continuidade ao processo evolutivo do ensino.

Este é o sétimo livro publicado pela professora e investigadora Maria Adriana Beirão Gonçalves Sousa Carvalho, que nasceu na Figueira da Foz, Portugal, e reside em Cabo Verde desde 1978.

Adriana Carvalho é licenciada em História pela Universidade de Coimbra, com mestrado e doutoramento em Ciências da Educação, especialidade História da Educação, pela Universidade de Lisboa.

Foi professora, técnica e dirigente no Ministério da Educação, tendo exercido cargo na Universidade Jean Piaget, e o cargo vice-reitora na Uni-CV.

PC/CP

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos