Municípios de acordo com estratégias e medidas adoptadas pelo Governo no combate ao covid-19 – ministro

Cidade da Praia, 09 Abr (Inforpress) – Os municípios estão de acordo com as estratégicas e medidas adoptadas pelo Governo no combate ao covid-19, declarou hoje o ministro da Integração Regional, Rui Figueiredo Soares.

A afirmação foi feita no balanço da reunião do primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, através de videoconferência, com todos os presidentes das câmaras municipais do País, para se avaliar o estado de emergência e medidas relativas à covid-19.

“Este encontro teve o objectivo fundamental auscultar e envolver todos os municípios do País a afinar as actuações e defender de forma conjunta e consertada a vida das pessoas, das famílias, das empresas e a vida do País”, explicou

Deste encontro, adiantou o ministro, foi unânime a referência das autarquias ao ressaltarem “a excelência” das relações institucionais entre o Governo e os municípios, bem como a actuação das autarquias no cumprimento do plano de contingência. decretado Governo, e do estado emergência.

“Os serviços municipais têm tido uma excelente acção, complementar da do Governo a nível da protecção social, civil, dos bombeiros, da guarda municipal, dos serviços de acção social (…) e às oportunidades a serem garantidas aos mais vulneráveis”, apontou.

Rui Figueiredo Soares destacou também a relação com os serviços desconcentrados do Estado, entre eles as delegacias de saúde, as delegações do Ministério de Educação e as delegações da Fundação Cabo-verdiana de Acção Social e Escolar (Ficase).

Em relação à inclusão das câmaras municipais na moratória de pagamento de prestações bancárias esclareceu que tem como propósito libertar recursos que podem ser aplicados na luta contra a pandemia do novo coronavírus.

“Nessa situação os municípios vão reequacionar as suas dívidas e o cumprimento das suas obrigações bancárias para poder acudir às populações nessa situação de covid-19”, acrescentou, indicando que o “efeito prático” desta medida é “aliviar” as responsabilidades financeiras dos municípios.

O Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, declarou o estado de emergência no País, devido à pandemia de covid-19, com duração de 20 dias, das 00:00 do dia 29 de Março até as 24:00 do dia 17 de Abril.

Cabo Verde registou até o momento sete casos positivos do novo coronavírus, sendo quatro na ilha da Boa Vista, dois na cidade da Praia e um em São Vicente. Entre os quatro casos positivos na ilha da Boa Vista, um resultou em óbito, um cidadão inglês, de 62 anos.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infectou cerca de 1,5 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 87 mil.

OM/AA

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos