Mosteiros: Câmara vai atribuir nome de Carlos Fernandinho Teixeira a uma das ruas da cidade da Igreja

São Filipe, 27 Out (Inforpress) – Uma das principais ruas da cidade de Igreja (Mosteiros) vai receber o nome de Carlos Fernandinho Teixeira em homenagem ao autarca que dedicou 24 anos à causa do município dos Mosteiros, dos quais 18 como presidente da câmara.

A decisão de homenagear Carlos Fernandinho Teixeira, falecido a 28 de Outubro de 2022, foi tomada pelo colectivo camarário na sua 14ª reunião ordinária, mas a proposta vai ser submetida à Assembleia Municipal no próximo mês de Dezembro para homologação.

Com a decisão camarária, a rua em frente ao edifício dos Paços do Concelho, passando pela esquadra da Polícia Nacional e pelo Gabinete Municipal do Empreendedorismo e pela Avenida Laranjo passa a designar-se de Rua Fernandinho Teixeira em homenagem ao antigo presidente da câmara dos Mosteiros.

Através da sua página oficial nas redes sociais, a câmara dos Mosteiros indica que brevemente será implementado um projecto piloto na cidade de Igreja no domínio da toponímia, através de atribuição de topónimos e numeração dos edifícios, sendo que para a sua concretização foi criada uma comissão municipal de toponímia que funcionará como um órgão consultivo da edilidade.

Carlos Fernandinho Teixeira, nasceu a 12 de Fevereiro de 1960, na Freguesia de Nossa Senhora da Ajuda (Mosteiros) e faleceu a 28 de Outubro de 2022 na cidade de São Filipe.

Desempenhou as funções de eleito municipal do Concelho do Fogo (englobando os três municípios actuais) de 1991 a 1996.

Com a criação do município dos Mosteiros, integrou a equipa local do seu partido (PAICV) que viria a vencer as primeiras eleições locais, em 1996, tendo sido eleito vereador e reeleito em 2000, exercendo durante um mandato e meio a função de vereador.

Em 2002 substituiu Júlio Correia no cargo de presidente da câmara, tendo sido reeleito em 2004, 2008, 2012 e 2016.

Em 2016 foi eleito deputado nacional pelo círculo eleitoral do Fogo, mandato que não conseguiu cumprir, falecendo antes de completar dois anos do mandato.

JR/AA

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos