Ministro do Turismo expectante quanto ao aumento do fluxo de turistas entre países africanos nos próximos tempos (c/áudio)

Santa Maria 29 Mar (Inforpress) – O ministro do Turismo e Transportes e da Economia Marítima, José Gonçalves manifestou-se hoje “expectante” quanto a melhorias de mobilidade nos transportes aéreos o que permitirá aumentar o número de turistas entre países africanos, nos próximos tempos.

Essa aspiração foi manifestada na sua intervenção no final dos trabalhos da I Conferência Ministerial sobre Turismo e Transporte Aéreo em África, que vinha decorrendo na ilha do Sal, tendo terminado esta tarde depois de três dias de intenso trabalho.

Durante estes dias, estiveram reunidos, num dos hotéis da cidade de Santa Maria, ministros dos Transportes Aéreos e Aviação Civil, e ministros do Turismo de todo o continente africano, altos dirigentes e especialistas na matéria, para analisarem os desafios e oportunidades que fomentem o desenvolvimento do turismo e transportes aéreos em África.

A maratona ministerial culminou com a Declaração de Santa Maria/Sal que, entre outras deliberações, encoraja os Estados africanos a tomarem medidas pragmáticas para construir um clima de investimentos transparente, estável e previsível para apoiar o desenvolvimento de infraestrutura de qualidade ligada à aviação e ao turismo.

Exorta também aos parceiros de assistência internacional, OMT, ICAO, BAD e outros, as comunidades doadoras, bem como as instituições financeiras, de acordo com os seus respectivos mandatos, a fornecer conhecimentos técnicos, recursos e apoio para a implementação das acções contidas no plano.

“É expectável que com antecipadas melhorias de mobilidade nos transportes aéreos, o ora reduzido número de turistas entre países africanos venha a aumentar exponencialmente no futuro”, prognosticou o titular da pasta do Turismo e de Transportes.

Realçando que durante esta conferência foram discutidos “grandes” temas em torno de sinergias criadas pelos transportes aéreos e pelo turismo em África, o governante acentuou que isso vai contribuir para cada vez mais mobilidade de pessoas e de turistas no continente.

O governante realçou ainda que a reunião dos ministros sobre o Mercado Único de Transportes Aéreos em África (MUTAA), que aconteceu esta tarde, reconhece que importantes ganhos já foram alcançados, com a adesão de 27 países no MUTAA, “o que significa cerca de metade dos países do continente”, destacou.

“Por outro lado, exortamos aos restantes países para se aderirem ao MUTAA por forma a maximizar os benefícios de mobilidade por via aérea, o que dará um inestimável estímulo ao fomento do turismo entre os nossos países do continente”, sublinhou.

O governante reiterou agradecimentos à Organização da Aviação Civil Internacional (OACI/ICAO) e a Organização Mundial do Turismo (OMT/UNWTO), promotoras do evento, e à União Africana, pela confiança, conforme disse, para organizar esta I Conferência Ministerial sobre turismo e transporte aéreo em África.

SC/FP

Inforpress/Fim

 

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos