Ministro das Finanças diz que “é possível” Cabo Verde crescer a 7% e duplicar o rendimento per capita em dez anos

Cidade da Praia, 16 Abr (Inforpress) – O vice-primeiro-ministro e ministro das Finanças, Olavo Correia, afirmou hoje, na Cidade da Praia, estar convencido de que “é possível” crescer a 7% e duplicar o rendimento per capita em dez anos.

“Estou cada vez mais convencido que isto é possível e os cabo-verdianos que gostam deste país não podem dizer que isto é possível ou impossível, a questão que se coloca é o que podemos fazer para que isso seja possível”, disse o governante em declarações à imprensa, depois de presidir a tomada de posse da presidente da Pro Capital, Adalgisa Vaz.

Olavo Correia indicou que esse objectivo é possível sem endividamento público, para que Cabo Verde possa ter um bom sistema de transportes aéreos e marítimos, bom sistema de gestão portuário e aeroportuário, bem com o custo de energia mais barato.

Defendeu ainda a necessidade um bom ambiente negócios para valorizar as empresas, com elementos facilitadores da responsabilidade do sector empresarial privado, com boa gestão, prestação de contas e cumprimento de prazos e responsabilidade para que o país possa avançar.

“Temos todas as condições para crescermos a sete ou acima dos sete por cento, desde que cada um faça aquilo que tem de fazer, mas, sobretudo, reformando os mais diversos sectores que o país tem em situação de bloqueio e até o final do ano teremos estruturados esses sectores, para que em 2020 aceleremos a dinâmica de crescimento”, garantiu.

Olavo Correia lembrou que Banco Central previu um crescimento de 5,2% para 2019, o que demonstra que “Cabo Verde tem todas as condições para chegar lá”.

OM/CP

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos