Ministro anuncia lançamento do “Diáspora Bond” para investimento no mercado de capitais

Cidade da Praia, 22 Nov (Inforpress) – O ministro das Comunidades anunciou hoje, na Cidade da Praia, o lançamento, no primeiro trimestre de 2024, do instrumento “Diáspora Bond”, no valor de 400 milhões de euros, para investimento no mercado de capitais.

O anúncio feito após Jorge Santos presidir a sessão especial de apresentação da primeira Listagem Dupla (Dual Listing) de uma Emissão Obrigacionista Sustentável realizada em Cabo Verde pela Bolsa de Valores de Cabo Verde (BVC) e o international investment bank (iibCV)

Segundo o governante, num momento em que se requer a diversificação do investimento da diáspora cabo-verdiana, uma das vias será através do lançamento do “Diáspora Bond” no mercado de capitais.

Para isso, segundo Jorge Santos, está-se a criar um ecossistema que permitirá ganhos desta participação, no Orçamento do Estado de 2023, e uma isenção de impostos, no Orçamento do Estado de 2024, para a compra de títulos “público ou privado” aos emigrantes.

“Isto vai permitir que haja implicação directa na economia real (…)  porque mais de 62 por cento (%) de poupança dos bancos comerciais vem da diáspora e estamos a criar alternativas para a diversificação deste investimento” explicou Jorge Santos, informando que o “Diáspora Bond” está a ser trabalhado há dois anos, tendo como parceiros a União Europeia e cooperação luxemburguesa e em colaboração com a BVC e o Banco de Cabo Verde (BCV).

O presidente da BVC, Miguel Monteiro, esclareceu que esse instrumento vai ajudar na diversificação de investimento da diáspora que não seja nos depósitos a prazo, nas construções ou em outros pequenos investimentos.

“Desta forma, terá certamente mais maneira de se investir nos mercados de capitais, em obrigações ou   em aquilo que quer ter na sua carteira de investimento”, apontou Miguel Monteiro.

OM/AA

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos