Joaquim Pedro Silva foi um combatente destacado e fiel aos compromissos assumidos com a história de Cabo Verde – Júlio de Carvalho

Cidade da Praia, 01 Jul (Inforpress) – O combatente da liberdade da pátria Júlio de Carvalho considerou hoje que Joaquim Pedro Silva foi um “combatente de destaque” na luta da independência de Cabo Verde e fiel aos compromissos assumidos com a história do país.

Júlio de Carvalho teceu estas considerações hoje a tarde, durante o seu discurso na cerimónia fúnebre do combatente da liberdade da Pátria e comandante Joaquim Pedro Silva, que decorreu no Quartel Jaime Mota, Platô.

Em declarações à Inforpress, explicou que na sua intervenção procurou trazer para conhecimento de todos o percurso de um dos mais destacados combatentes da liberdade da Pátria, que muito cedo ganhou a consciência que tinha de resistir ao poder colonial que na altura reinava no arquipélago.

“Um jovem maiense que fez os seus estudos em São Vicente, foi para a luta, destacou-se como combatente durante os cerca de 10 a 11 anos, luta essa que foi vitoriosa e permitiu-nos chegar a conquista da nossa independência e que, posteriormente, numa nova fase predispôs-se, naturalmente, em dar continuidade e esse seu desígnio e vontade de continuar a servir o país desempenhado várias funções de alta responsabilidade”, lembrou.

Júlio de Carvalho classificou Joaquim Pedro Silva como uma pessoa “generosa, fiel as suas convicções”, que desde muito jovem apercebeu-se da situação que o povo vivia e decidiu assumir esse compromisso com a história e a nação.

“Como pessoa, era um camarada extraordinário, simples e de fácil relacionamento deixando com aqueles com os quais conviveu recordações muito fortes de muita amizade”, recordou.

Joaquim Pedro Silva, mais conhecido por Baró, morreu na última sexta-feira, na Cidade da Praia.

AV/CP

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos