Inclusão educativa é o grande desafio da inclusão social – presidente da Pró-Inclusão – ANDEE

Cidade da Praia, 06 Jun (Inforpress) – O presidente da Pró-Inclusão – ANDEE (Portugal), David Rodrigues, considerou hoje a inclusão educativa um “grande desafio” para todos os Estados do mundo, em particular para os da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

O especialista em inclusão social falava sobre o tema que dissertou “Inclusão: Um projecto, um compromisso”, no 1º Intercâmbio Inclusivo dos Profissionais da Área de Inclusão Socioeducativa de Pessoas com Deficiência entre as comunidades da CPLP, a decorrer de hoje a sábado, na Cidade da Praia.

Para este dirigente da Pró-Inclusão – Associação Nacional de Docentes de Educação Especial, seria um “grande passo” se todos pensassem que a escola deveria tronar-se num grande espaço de inclusão para todos.

“Na inclusão não há alunos burros, perdidos ou que não valem a pena. Precisamos ter uma escola que promova a todos, pois, a inclusão na escola é a primeira experiência de cidadania e de direitos humanos que cada uma pessoa possa ter”, defendeu.

Segundo David Rodrigues, a experiência que traz a Cabo Verde e que também bebeu em outras paragens, pode ajudar a que se encontre boas práticas e, sobretudo, boas soluções para resolver os problemas de inclusão a nível educativo.

No caso da educação, realçou a necessidade de mais formações para os docentes e toda a classe educativa visando a mudança de atitudes que, segundo ele, “ainda são muita discriminatórias” em relação as pessoas.

Na sua alocução, o presidente da Pró-Inclusão – ANDEE realçou o facto de a inclusão social ser um processo longo e exemplificou com o caso de Portugal que já vem trabalhando neste processo há mais de 40 anos, adiantando que ainda persiste muita coisa por vencer.

“Isto não é uma batalha para ser vencida de uma vez só, mas sim uma guerra com várias batalhas a serem vencidas por etapas. Cabo Verde está a evoluir no processo”, concluiu.

A inclusão, rematou, é uma barreira contar a desigualdade, a discriminação e a disgregação.

PC/CP

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos