Ilha do Sal: Simulacro rodoviário testa capacidade de resposta perante situações reais

Santa Maria, 23 Nov (Inforpress) – A ilha do Sal foi palco hoje de um simulacro rodoviário que envolveu meios dos bombeiros, polícia, médicos do hospital regional e a Cruz Vermelha, para testar a capacidade de resposta perante situações reais de acidentes de viação.

O exercício, promovido pela Direcção-Geral dos Transportes Rodoviários (DGTR), no Sal, teve como cenário o capotamento de uma viatura de transporte público de passageiros, na rotunda à entrada de Santa Maria, resultando em vários feridos e uma vítima mortal.

De acordo com a delegada da DGTR, Ana Paula Silva, o simulacro faz parte do plano de actividades da instituição para assinalar o Dia Mundial da Segurança Rodoviária, mas, sobretudo, para testar a capacidade de resposta das entidades com responsabilidade nesta matéria, bem como os meios disponíveis para tal.

“A ideia foi de reunir todos os parceiros para ver a nossa capacidade de resposta perante uma situação real em que temos um acidente de viação, para vermos se temos meios disponíveis, a nossa capacidade de resposta, identificar também as nossas fragilidades no sentido de posteriormente, numa situação como esta possamos dar resposta da forma que é esperada”, evidenciou.

“Posteriormente vamos reunir para analisar aquilo que pode ser trabalhado, mas, de momento podemos constatar que foi tudo muito real, ou seja, os bombeiros vieram da base, o tempo bem contabilizado que é para nós termos a noção numa situação real, quanto tempo levamos até chegar nos hospitais, e se também os hospitais têm a capacidade de resposta numa situação parecida”, acrescentou a responsável.

Questionada sobre o panorama dos acidentes rodoviários a nível nacional, Ana Paula Silva apontou uma tendência decrescente nos últimos dez anos, justificando que isso se deve a uma maior consciencialização das pessoas sobre os comportamentos nas estradas.

O simulacro enquadra-se nas comemorações do Dia Nacional de Segurança Rodoviária, que se assinala no dia 30 de Novembro, em homenagem a todas as vítimas das estradas cabo-verdianas.

NA/CP

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos