Ilha do Sal: Pedonal é uma obra de Cabo Verde ao serviço do mundo – autarca

Santa Maria, 10 Jul. (inforpress) – O presidente da Câmara Municipal do Sal, Júlio Lopes, asseverou esta terça-feira, na inauguração da Pedonal de Santa Maria, que a infra-estrutura é uma obra do Sal e de Cabo Verde ao serviço do mundo.

“Estamos hoje a iniciar uma nova era para Santa Maria. Não seremos apenas nós os cabo-verdianos a desfrutar desta pedonal. É também para os visitantes dos mais diversos países do mundo que procuram Cabo Verde por causa dos nossos atractivos”, completou.

Neste sentido, destacando a aposta de Cabo Verde na indústria do turismo, como principal actividade económica, os atractivos que fazem os turistas procurarem o país, desde montanhas, sol e praia, morna e funaná, cola san jon, batuque, a cultura, entre outros, Júlio Lopes acautelou, todavia, que não se deve confiar apenas nos atractivos naturais do arquipélago ou no investimento privado.

“Todos nós, Governo, as câmaras municipais, a juventude cabo-verdiana… temos de trabalhar mais, organizar melhor o nosso destino turístico. Uma melhor gestão, uma melhor articulação e parceria com privados e sociedade civil”, apontou.

Considerando a Pedonal uma “grande obra”, o autarca disse que se está a inaugurar o arranque de um novo conceito para a cidade turística de Santa Maria e da ilha do Sal.

“Estamos a cumprir a visão que partilhamos com a população do Sal, de Cabo Verde, de construir uma cidade, uma ilha turística de referência internacional”, exteriorizou, observando, que se os privados estão a investir em infra-estruturas de “alta qualidade”, os poderes públicos têm que também acompanhar essa dinâmica.

Nesta medida, concluiu, prevenindo, que, se se quer ter uma cidade de referência, não se poderá permitir a “desordem e a bandalheira”.

“Todos nós temos que desfrutar da nossa Santa Maria num ambiente de descontracção e de tranquilidade”, disse, aproveitando a presença do primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, para pedir apoio ao Governo no sentido da criação da Polícia Municipal do Sal, um instrumento, conforme referiu, de “grande importância” para essa nova era de Santa Maria.

Transformada numa infra-estrutura de recreio, a Rua 1 de Junho que se convencionou chamar Zona Pedonal passará, a partir de agora, a funcionar mediante regulamento.

Num investimento que ronda os 68 mil contos, as obras de requalificação da zona pedonal estavam previstas para ser concluídas no último trimestre de 2018, porém só agora ficaram concluídas.

A festa de inauguração da Pedonal de Santa Maria enquadra-se nas festividades do 05 de Julho, Dia da Independência Nacional.

O projecto contempla também a requalificação do Pontão, do Calçadão, da frente mar, centro da cidade, bem como os bairros de São Paulo e António Sousa.

SC/ZS

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos