Ilha do Sal: Ministro da Saúde diz constatar “grandes melhorias” a nível dos cuidados primários da saúde na ilha

Espargos, 10 Mai (Inforpress) – O ministro da Saúde e Segurança Social, Arlindo do Rosário, encontra-se no Sal para inteirar-se da situação dos serviços sanitários na ilha turística, manifestando-se satisfeito por constatar “grandes melhorias” a nível dos cuidados primários de saúde.

O governante, que vem de São Nicolau onde esteve também em visita de trabalho durante três dias, destacou o facto de a ilha do Sal contar, neste momento, com um aumento considerável de médicos, passando, conforme disse, de seis médicos em 2016 para 16, em 2019.

“Em 2016 quando entramos, Sal tinha seis médicos, nove enfermeiros (…), hoje, três anos depois, conta com 16 médicos, isto é, um aumento de dez médicos, 23 enfermeiros, para além de outros técnicos, na área de nutrição, psicologia, fisioterapia. Esse esforço resulta da necessidade de acompanhar o ritmo de crescimento e desenvolvimento da ilha”, sublinhou.

Considerando que há ainda “enormes desafios”, o titular da pasta da saúde, disse que há que continuar a trabalhar, tendo nesta visita equacionado, juntamente com a direcção do Hospital Ramiro Alves Figueira, algumas questões que ainda inquietam, nomeadamente as que se prendem com listas de espera, especialmente em áreas de oftalmologia e pediatria.

“Há desafios enormes, vamos continuar a trabalhar. As listas de espera não são tão grandes. A nível de clínica geral não temos lista de espera, existe alguma lista de espera, de um mês e pouco, em áreas como oftalmologia, pediatria, mas podem vir a diminuir ou mesmo a ser eliminadas com a implementação da equipa móvel de especialistas que já vai começar a trabalhar”, augurou.

Arlindo do Rosário explicou que, para o efeito, está-se a aproveitar novos especialistas que terão como função “fundamental” percorrer todas as ilhas de Cabo Verde para, a nível do serviço nacional da saúde, se poder fazer diminuir as listas de espera nos diferentes centros de saúde.

“Um trabalho que será feito junto com o serviço de telemedicina. O Sal está a ganhar, e vai ganhar nos próximos dias alguns equipamentos na área de emergência pró hospitalar. Temos também um grande programa de equipamentos previsto para ser instalado ainda este ano”, informou.

Por esse andar, o governante concluiu, assegurando que nos próximos anos o hospital da ilha do Sal estará “altamente” reforçado quer em termos de equipamentos, recursos humanos, quer na sua capacidade de dar resposta à demanda da população.

Nesta sua curta visita ao Sal, Arlindo do Rosário teve oportunidade de visitar o andamento dos trabalhos das obras do Centro de Saúde de Santa Maria que, conforme disse, vai a um “bom ritmo”, devendo ser concluído em Dezembro deste ano.

Arlindo do Rosário esteve também na localidade da Palmeira, a visitar a área onde vai ser construído o posto de saúde da localidade piscatória, cujo terreno foi cedido pela Câmara Municipal do Sal.

“Isso está orçamentado e tem financiamento para 2020. Em termos de infra-estruturas, Sal estará altamente preparado, com o Centro de Saúde de Santa Maria e o Posto de Saúde de Palmeira, a funcionarem”, enfatizou.

SC/CP

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos